Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Homem que fugiu de local de acidente é suspeito de ataque a carro-forte

Autor: Polícia Rodoviária Federal
O dinheiro estava no carro que colidiu com um caminhão na BR-116 (Foto: PRF)

O homem de 34 anos que foi preso, nesta quinta-feira (17), pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) ao fugir de um acidente com um caminhoneiro, na BR-116, foi apontado como um dos comandantes de ataques aos veículos que transportam dinheiro. O acidente aconteceu no quilômetro 109 da rodovia, conhecida também como Contorno Leste. O homem foi levado ao Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), onde os policiais descobriram que ele tinha apresentado documentos falsos. 

Com ele, a PRF tinha apreendido R$ 228,7 mil em dinheiro. Em primeiro momento, o homem disse aos policiais que o dinheiro era para a compra de um imóvel, mas as investigações da Polícia Civil apontam que ele apenas tentou enganar os policiais. 

Num apartamento locado pelo homem, no bairro Capão Raso, os policiais apreenderam uma pistola e munições. Ainda dentro do imóvel, os policiais encontraram cintas usadas para prender dinheiro e isso confirmou a suspeita, de que ele estaria por trás dos ataques aos carros-fortes. Segundo o delegado Rodrigo Brown, estas cintas são objetos de uso exclusivo nos transportes de valores. 

As investigações do Cope apontaram que o homem participou do roubo ao carro-forte na BR-277, no litoral do Paraná, em julho deste ano. Nessa ação, bandidos detonaram o veículo da empresa Proforte e estavam fortemente armados. Eles atiraram contra os vigilantes da empresa, balearam duas pessoas e conseguiram explodir o carro fugindo com malotes de dinheiro. Por causa da ação, a rodovia ficou bloqueada por várias horas.

Foragido do Rio Grande do Sul, o homem ficou detido à disposição da Justiça e as investigações continuam. A Polícia Civil procura agora por mais envolvidos nos crimes. 

Veja também

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

Política de
comentários

comentários

Leia também:

RMC

Criança não foi ferida

Norte do Paraná

Carregando