Olá
Logout

Mulher que mandou matar ex-marido a marretadas é presa na região Norte

Autor: Redação RIC Mais
Foto: Polícia Civil

Uma mulher de 34 anos foi presa em Ribeirão Claro, na região norte do Paraná, suspeita de mandar matar o ex-companheiro a marretadas. Junto com ela, a Polícia Militar também prendeu um rapaz de 19 anos, suspeito de ser um dos executores do crime.

Segundo a Polícia Civil, o corpo de Adilson José de Souza, 34 anos, foi encontrado na tarde de segunda-feira (17) com sinais de violência física, próximo ao Centro de Eventos de Ribeirão Claro, no bairro CQG. O homem foi morto no domingo com golpes de marreta. A polícia está a procura de outros dois suspeitos que teriam ajudado a assassinar a vítima.

O motivo do crime, conforme a polícia, é que Adilson não aceitava o fim do relacionamento. De acordo com a delegada responsável pelo caso, Patrícia Cavalari Bocamino Taborda, a mulher planejou a morte e convidou o ex-companheiro para um suposto encontro com a intenção de atraí-lo até o local em que ocorreu o crime. “Ao chegar lá, a vítima foi surpreendida pelos três rapazes, que o agrediram até a morte com uma marreta”, conta. 

O crime foi elucidado em menos de 24 horas. A mulher e o jovem detidos estão presos no Setor de Carceragem Temporária (Secat) da Delegacia de Ribeirão Claro, onde aguardam à disposição da Justiça.

Todos os envolvidos responderão por crime de homicídio qualificado e, se condenados, podem pegar até 30 anos de prisão.

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

Política de
comentários

comentários

Leia também:

Internado do Sírio-Libanês

Grande Curitiba

Unanimidade

Carregando