Olá
Logout

Incêndio em apartamento no Bigorrilho pode ter sido intencional

Autor: Redação RIC Mais
Ruas próximas do edifício foram bloqueadas. (Foto: Helen Anacleto)

Resgatado em um incêndio ocorrido por volta das 5h30 desta quarta-feira (8) em um apartamento no 15o andar no Bigorrilho, Marcelo de Gracia Correa segue internado, mas não está na UTI e não corre risco de morte, informou a assessoria do Hospital Evangélico.

O irmão de Marcelo, João Paulo, saltou do apartamento durante o fogo. De acordo com comunicado da Polícia Civil, tratou-se de suicídio, já que o incêndio não tomou grandes proporções, ficando concentrado nos quartos, e a chave da porta de saída do apartamento encontrava-se na fechadura. No comunicado, consta a afirmação de que "se a vítima quisesse sair, seria perfeitamente possível".

A polícia já escutou Marcelo no hospital. Segundo o delegado Fábio Amaro, que está cuidando das investigações, Marcelo contou que estava dormindo e acordou com o barulho de uma explosão seguida de incêndio. Ele então correu até a sala, onde foi resgatado pelos bombeiros. Ainda segundo ele, o irmão passava por dificuldades financeiras, o que pode tê-lo motivado a incendiar o apartamento.

O prédio foi evacuado somente no momento do incêndio. Depois que o fogo foi controlado, os moradores puderam voltar para os seus apartamentos. Somente o apartamento em que o incêndio ocorreu continua interditado. 

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

Política de
comentários

comentários

Leia também:

SISTEMA PRISIONAL

RIO DE JANEIRO

SOLIDARIEDADE

Carregando