Olá {{nome}}
Logout

'Corno dos grandes'

Homem registra boletim de ocorrência contra traição da própria mulher

O crime de adultério entrou no Código Penal brasileiro em 1940 e saiu em 2005, a polícia não pode fazer nada pelo denunciante

Autor: Redação RIC Mais
Foto: Divulgação/Polícia Civil.

Um homem de 50 anos, cansado de suspostas traições, decidiu registrar um boletim de ocorrência contra a própria mulher na cidade de Cáceres, no Mato Grosso (MT). O 'Corno dos grandes' formalizou o documento na segunda-feira (17) e o que surpreendeu a todos foi o número de xingamentos que constavam no texto. 

No documento, ele disse que está com muita dor de cabeça e admitiu estar cansado de 'tomar chifres'. Por estes motivos, resolveu registrar a denúncia na delegacia. Segundo ele, as traições aconteceram muitas vezes no meio da rua.

O homem ainda mencionou que a mulher utilizava uma bicicleta para ir até o local da traição. Ele contou que uma vez tirou os pneus, na tentativa de barrar a ação, mas não resolveu. 

Como adultério não é mais considerado um crime no Brasil, o B.O foi enquadrado em 'natureza atípica', impedindo que procedimentos policiais sejam gerados. O homem foi chamado para um segundo depoimento, dias depois, para confirmar a intenção registrar o documento. Segundo a Secretaria Pública do Mato Grosso, o policial que realizou o registro pode ser advertido.

O crime de adultério entrou no Código Penal brasileiro em 1940 e saiu oficialmente em 2005. No entanto, os tribunais brasileiros já não condenavam ninguém por traição desde a década de 1950. Sendo assim, a polícia não pode fazer nada pelo denunciante.

Leia mais:

Mulher descobre conversa do marido com outra e divulga conteúdo

 

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

Política de
comentários

comentários

Leia também:

Reviravolta no caso

São Paulo

tragédia familiar