Olá {{nome}}
Logout

Corpo de piloto de helicóptero que caiu em Joinville é velado

Autor: Redação RIC Mais
Piloto era morador de Curitiba e trabalhava na empresa há cinco anos (Foto: Reprodução/Facebook)

Começou na manhã desta terça-feira (13), em Curitiba, o velório do piloto Antônio Mário Franco Aguiar, umas da vítimas fatais do helicóptero que caiu em Joinville, em Santa Catarina, na quinta-feira (8). O helicóptero prestava serviço para o Parque Temático Beto Carrero World, em Penha, no litoral catarinense.

Antônio, de 56 anos, era natural do Rio de Janeiro e morava na capital paranaense. Há cinco anos trabalhava na empresa de táxi aéreo Avalon, que mantém uma sede administrativa no Bairro Jardim das Américas, em Curitiba. De acordo com a Polícia Civil de Santa Catarina, o piloto chegou a enviar uma mensagem em código para a torre de controle de Curitiba relatando o sequestro do helicóptero.

Além do piloto, morreram o auxiliar de pista Bruno Siqueira, de 21 anos, e um terceiro tripulante na aeronave que ainda não foi identificado. O único sobrevivente foi Daniel da Silva, de 18 anos, que possui passagens pela polícia e é detento do regime semiaberto.

Arrebatamento

O sequestro da aeronave fazia parte de um plano para um resgate cinematográfico de um detento do Complexo Prisional de Joinville, de acordo com a linha de investigação da Polícia Civil. Após chegar em Joinville e antes da queda, tiros foram ouvidos. Em meio aos destroços do helicóptero, uma pistola e um revólver foram localizados.

Vídeo registrou o momento do acidente:

Leia também:

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

Política de
comentários

comentários

Leia também:

LITORAL

rio grande do sul

CURITIBA

Carregando