Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Possível indicação

'Sérgio Moro seria uma excelente mudança no STF' diz Bolsonaro

“Eu me coloco no lugar dele, um homem que não tem liberdade para ir na padaria comprar um pão de manhã" argumentou o deputado federal

Autor: Redação RIC Mais
Pela primeira vez, o deputado federal falou sobre uma possível indicação do Juiz Sérgio Moro para o STF
Pela primeira vez, o deputado federal falou sobre uma possível indicação do Juiz Sérgio Moro para o STF

O deputado federal e pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) esteve no Grupo RIC Paraná nesta quinta-feira (29) para conceder entrevistas à rádio Jovem Pan e ao quadro ‘Oito em Ponto’ do programa televisivo Paraná no Ar. O presidenciável desembarcou em Curitiba no fim da manhã de quarta-feira e foi recebido por manifestantes.

Pela primeira vez, o deputado federal falou sobre uma possível indicação do Juiz Sérgio Moro para o Supremo Tribunal Federal (STF).  “Do que depender de mim, obviamente, o senhor Sérgio Moro seria uma excelente pessoa para começar a mudar o Supremo Tribunal Federal. Ele seria indicado para o STF, sim” justificou para o apresentador Marc Souza.

Bolsonaro ainda comparou a falta de liberdade de Moro com a decisão do ministro Dias Toffoli em conceder prisão domiciliar para o deputado estadual Jorge Picciani. “Eu me coloco no lugar dele, um homem que não tem liberdade para ir na padaria comprar um pão de manhã, não pode falar que vai com a sua esposa e o seu filho no cinema (...) Um homem que perdeu sua liberdade. Ele tem menos liberdade que Jorge Picciani” argumentou. Picciani é presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) e se tornou réu por suposta prática de corrupção passiva, participação em organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Quando questionado pelo apresentador Denian Couto sobre o custeio dos seus gastos em viagens, o presidenciável disparou: “Tenho apenas despesa da aeronave, pago com meus recursos próprios. Poderia usar o recurso da Câmara, mas não uso. A imprensa bate em mim nessa questão, mas é só entrar no site da Câmara e ver se eu protocolei algum pedido de passagem”. Ele ainda afirmou que está saindo, em média, apenas duas vezes no mês e que no máximo gasta R$ 5 mil.

Bolsonaro é militar de reserva e está em seu sétimo mandato na Câmara dos Deputados, foi eleito pelo Partido Progressista e em 2014 marcou 464.565 nas eleições gerais, tornando-se o deputado federal mais votado no Rio de Janeiro.

Ele é titular da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, além de ser suplente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado.

Assista à entrevista completa no programa 'Ric Mais Notícias':

 

Leia também:

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 5,0

  • Comentário via facebook