Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Garantiu a vaga

Atlético-PR goleia o Peñarol-URU por 4 a 1 e avança na Sul-Americana

Em Montevideu, o time rubro-negro curitibano passou por cima do Peñarol-URU, fez 4 a 1 e garantiu vaga nas oitavas, fase em que enfrentará o Caracas

Autor: Redação com assessoria
Com o placar agregado de 6 a 1, o Rubro-Negro passou com folgas para a próxima fase (Foto: Miguel Locatelli/Site Oficial)
Com o placar agregado de 6 a 1, o Rubro-Negro passou com folgas para a próxima fase (Foto: Miguel Locatelli/Site Oficial)
O Atlético Paranaense está nas oitavas de final da Conmebol Sul-Americana 2018. A vaga foi conquistada nesta terça-feira (7), com mais uma vitória sobre o Peñarol. Depois de derrotar o time uruguaio por 2 a 0 em Curitiba, o Furacão foi a Montevidéu e derrotou o Peñarol por 4 a 1, em pleno Estádio Campeón del Siglo. Os gols foram marcados por Léo Pereira, Marcinho, Nikão e Bruno Guimarães. Com o placar agregado de 6 a 1, o Rubro-Negro passou com folgas para a próxima fase. O adversário atleticano nas oitavas de final será o Caracas, da Venezuela.
 
O jogo
 
Precisando vencer por três gols de diferença para seguir na competição, o Peñarol precisava atacar o Furacão e tentou no início do jogo. Mas não deu tempo de o time da casa pressionar muito o Rubro-Negro. Aos seis minutos, Marcinho foi derrubado na ponta esquerda. Raphael Veiga cobrou na área e Léo Pereira completou de pé esquerdo. 1 a 0. O time da casa assustou aos 13 minutos. Rodrigo Rojo mandou cruzado e Santos fez a defesa, com segurança. Três minutos depois, foi o Furacão quem chegou. A zaga tentou afastar e a bola sobrou para Pablo, na marca do pênalti. O atacante dominou no peito e mandou de primeira. O goleiro uruguaio defendeu.
 
Santos apareceu mais uma vez aos 34 minutos. Após cruzamento da direita, o atacante Lucas Viatri mandou de cabeça, no cantinho, mas o goleiro atleticano caiu bem e espalmou para o lado. O panorama do segundo tempo foi parecido. Mesmo com as investidas do Peñarol, foi o Rubro-Negro quem voltou a marcar, outra vez aos seis minutos. Em jogada pela esquerda, Pablo deu lindo passe para Marcinho, que invadiu a área e tocou na saída do goleiro. 2 a 0. Os uruguaios conseguiram descontar aos 16 minutos. Viatri recebeu lançamento na área e tocou para trás. Cristian Rodríguez mandou de primeira e diminuiu o placar. 2 a 1.
 
Mas não deu nem tempo de o torcedor do Peñarol criar expectativas. Aos 22 minutos, em jogada pela direita, Marcinho tocou na área para Pablo. O atacante fez o pivô e rolou para Nikão, que bateu cruzado, sem chances para o goleiro. 3 a 1. Santos ainda fez ótima defesa, aos 40 minutos do segundo tempo. Em chute cara a cara, o goleiro evitou o gol. E deu tempo de mais um gol do Furacão, aos 46 minutos. Marcinho recebeu na direita e chutou. A bola bateu na zaga e sobrou no meio. Bruno Guimarães finalizou no canto e fechou o placar em 4 a 1.
 
Análise da partida com o Peñarol
 
O comentarista do RIC Mais Esporte, Sérgio Soares, fez uma análise sobre o jogo desta terça-feira (7). Confira!
 
 
Ficha técnica: Peñarol 1x4 Atlético Paranaense

Conmebol Sul-Americana: Segunda fase – partida de volta
Data: 07/08/2018 [terça-feira]
Horário: 19h30
Local: Estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu (Uruguai)
Árbitro: Mauro Vigliano [Argentina]
Auxiliares: Julio Fernandez [Argentina] e Lucas Germanotta [Argentina]
Quarto árbitro: Fernando Echenique [Argentina]
 
Peñarol: Kevin Dawson; Giovanni González (Franco Martínez, no intervalo), Fabricio Formiliano, Carlos Rodríguez e Lucas Hernández; Guzmán Pereira, Gonzalo Freitas, Fabián Estoyanoff e Rodrigo Rojo (Lores, aos 16’ do 2º T); Cristian Rodríguez e Lucas Viatri (Nuñez, aos 33’ do 2º T).
Técnico: Diego López 
Gol: Cristian Rodríguez, aos 17’ do 2º tempo
 
Atlético Paranaense: Santos; Jonathan, José Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Lucho González e Bruno Guimarães; Marcelo Cirino (Nikão, aos 12’ do 2º T), Rephael Veiga (Guilherme, aos 33’ do 2º T) e Marcinho; Pablo (Bergson, aos 23’ do 2º T).
Técnico: Tiago Nunes
Gols: Léo Pereira, aos 6’ do 1º tempo; Marcinho, aos 6’ do 2º tempo; Nikão, aos 22’ do 2º tempo; Bruno Guimarães, aos 46’ do 2º tempo
Cartão amarelo: Pablo

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

  • Comentário via facebook