Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

VÍDEO

Vídeo na casa da família antes da morte de Daniel Correa é divulgado

No vídeo, o horário registrado é por volta das 8h18 da manhã, na casa da família Brittes, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba

Autor: Redação RIC Mais

Um vídeo na casa da família Brittes, horas antes da morte do jogador de futebol Daniel Correa, de 24 anos, foi divulgado nesta terça-feira (6).

Nas imagens, é possível ver diversos indivíduos ainda em comemoração, no salão de festas da casa, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

Gravado por volta das 8h18 da manhã, o vídeo parece ter sido feito no mesmo horário em que Daniel Correa conversa com um amigo por mensagens, e envia uma foto ao lado de Cristina Brittes na cama. 

Daniel envia fotos ao lado de Cristina Brittes às 8h18 da manhã

Vídeo em casa noturna

Além disso, outro vídeo também foi divulgado, e nele é possível ver Daniel Correa ao lado de um amigo, no aniversário de Allana Brittes, em uma casa noturna localizada no bairro Batel, em Curitiba, no dia 26 de outubro.

Noite antes da morte de Daniel

Em Curitiba, Daniel passou a noite de sábado (27) com amigos, em uma casa noturna sertaneja no bairro Batel.

Segundo informações da polícia, o jogador de futebol teria vindo a capital paranaense para comemorar o aniversário da filha do suspeito, Allana Brittes, que estava comemorando seus 18 anos na boate.

Além dele, a jovem comemorou ao lado de aproximadamente mais 300 pessoas, que, de acordo com a polícia, teriam consumido ao todo cerca de 140 litros de vodka.

As investigações apontam que após o término da comemoração na boate, 11 pessoas teriam seguido para uma continuação da festa  na casa da aniversariante, sendo Daniel Correa um desses indivíduos.

De acordo com a administração da boate, o jogador de futebol não se envolveu em nenhuma confusão dentro do local.

Polícia suspeita do envolvimento de mais indivíduos

Segundo o delegado do caso, Amadeu Trevisan, a suspeita é que Edison Brittes não tenha praticado o crime sozinho. Com isso, policiais já estão realizando a busca de mais três homens que supostamente estariam envolvidos no crime.

"Por mais que tivesse pego a mulher naquelas condições, foi exagero. Um excesso. Um ato totalmente desproporcional", disse o delegado Amadeu Trevisan.

Veja o vídeo da continuação da festa na casa da família Brittes 

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 2,5

  • Comentário via facebook