Curitiba

Trio invade sobrado no Cajuru e atira em casal de moradores

O morador da casa morreu antes de receber socorro; a companheira dele foi atingida na perna e passa bem

Um homem morreu e sua companheira foi baleada na perna (Foto: Marcelo Borges/RICTV)

*Com informações de Marcelo Borges

Um homem morreu e uma mulher ficou ferida após ambos serem baleados por criminosos que invadiram uma casa na Vila Oficinas, no bairro Cajuru, em Curitiba, na madrugada desta segunda-feira (20).

Bryan Henrique Moraes levou oito tiros e morreu antes da chegada de socorro. Já Samara Janaina Carneiro, que foi atingida duas vezes na perna direita, foi levada ao hospital Cajuru e não corre risco de morte.

Segundo os vizinhos das vítimas, o casal era discreto. Samara morava no sobrado há um ano e Bryan há cerca de seis meses.

Os criminosos fugiram em um veículo não identificado. O caso está sendo investigado pela divisão de homicídios da Polícia Civil.

Leia mais

'Fiquei desesperado', diz motorista que atropelou bebê de dois anos

Dupla invade casa, assassina morador e foge em carro roubado

Envie seu comentário

Comentários (0)

Homem consegue pedir socorro após ser baleado duas vezes na cabeça

A vítima disse à polícia que um amigo disparou contra ele e fugiu

Os tiros atingiram a vítima de raspão; ela foi encaminhada para o Hospital do Trabalhador. (Foto: Paulo Fischer/RICTV)

Os tiros atingiram a vítima de raspão; ela foi encaminhada para o Hospital do Trabalhador. (Foto: Paulo Fischer/RICTV)
Os tiros atingiram a vítima de raspão; ela foi encaminhada para o Hospital do Trabalhador. (Foto: Paulo Fischer/RICTV)

*Com informações de Marcelo Borges

Ivan Moreira Brandão, 35 anos, é de Goiânia e mora no bairro Xaxim, em Curitiba, há duas semanas. Ao chegar a sua casa, na noite desse domingo (19), foi surpreendido e baleado duas vezes na cabeça.

Foi a própria vítima quem ligou para o Corpo de Bombeiros e pediu ajuda. Segundo os socorristas, Ivan teve muita sorte, porque os tiros foram de raspão. 

Ele foi socorrido ao Hospital do Trabalhador. Aos policiais militares, ele disse apenas que o autor dos disparos foi um amigo, que não foi localizado pela PM. A polícia vai investigar o caso.

Leia mais

'Fiquei desesperado', diz motorista que atropelou bebê de dois anos

Dupla invade casa, assassina morador e foge em carro roubado

Envie seu comentário

Comentários (0)

Homem é acusado de estuprar menina de três anos na UFPR litoral

Ele acompanhava um grupo de estudantes e estava cuidando dos filhos de alguns deles durante atividades

Caso ocorreu nas dependências do campus litoral da Universidade Federal do Paraná (Foto: UFPR litoral, Divulgação)

A Polícia Civil de Matinhos prendeu, na tarde deste domingo (19), Cleitiano Barbosa, de 24 anos, acusado de estuprar uma menina de 3 anos nas dependências do campus litoral da Universidade Federal do Paraná (UFPR). 

Segundo a apuração da polícia, ele acompanhava um grupo de estudantes de outra cidade que faziam um curso na universidade e estava incumbido de cuidar dos filhos de alguns deles durante as atividades. Na noite de ontem, então, uma mãe constatou que a filha estava com lesões e sangramento na região genital. Depois de levar a criança ao hospital, ela foi à polícia fazer o boletim de ocorrência.

De madrugada, a Polícia Civil fez oitivas, apreendeu elementos de prova e realizou o exame de corpo delito do suspeito no IML de Paranaguá. O exame "confirmou a ocorrência de violência sexual", afirma a polícia, e o homem foi preso. Ele não esboçou nenhuma reação e, depois de negar inicialmente os fatos, assumiu ter abusado da criança.

A prisão de Barbosa foi decretada por 30 dias e é prorrogável por mais 30, por se tratar de crime hediondo. Durante esse prazo, o inquérito deverá ser concluído e encaminhado para o Judiciário. 

Leia mais
Em uma semana, três casos de abuso sexual de menores chocam Curitiba

'Fiquei desesperado', diz motorista que atropelou bebê de dois anos




Envie seu comentário

Comentários (0)