Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Assista o flagrante!

Homem é preso após trem atrapalhar fuga em Jandaia do Sul

Durante a fuga, o homem foi surpreendido por um trem que estava impedindo o tráfego na entrada da cidade; ele tentou fugir a pé, mas foi pego minutos depois

Autor: Redação RIC Mais
Depois de percorrer algumas ruas da região, os policiais conseguiram prender o homem (Foto: Divulgação/PRF)
Depois de percorrer algumas ruas da região, os policiais conseguiram prender o homem (Foto: Divulgação/PRF)

Um homem foi preso com oito mil relógios e 285 quilos de agrotóxicos depois de ser surpreendido por um trem enquanto fugia da polícia em Jandaia do Sul, no norte do Paraná, na noite desta segunda-feira (22). Ele abandonou o veículo na estrada e ainda tentou fugir correndo (assista abaixo).

Trem atrapalha fuga em Jandaia do Sul

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os agentes deram ordem de parada ao condutor na BR-369, próximo ao acesso à BR-376, mas o homem desrespeitou. Como estava com objetos roubados e proibidos, o homem, de 39 anos, resolveu fugir, mas o que ele não esperava aconteceu: um trem estava impedido o tráfego na entrada da cidade.

Percebendo que estava sem saída, o suspeito abriu a porta do veículo tranquilamente e saiu correndo. Depois de percorrer algumas ruas da região, os policiais conseguiram prender o homem. No veículo foram encontrados oito mil relógios e 285 quilos de agrotóxicos contrabandeados do Paraguai.

Segundo a PRF, o homem já tinha sido preso em 2014 por contrabando. Em depoimento, ele contou que pegou o veículo carregado em Umuarama, no noroeste do Paraná, e levaria até Apucarana, também no norte.

Homem preso por contrabando

Ele foi preso em flagrante pela PRF, encaminhado para à delegacia de Polícia Civil da cidade e aguarda à disposição da Justiça. Assista ao vídeo do trem atrapalhando a fuga do contrabandista! 

*Com informações do repórter Fábio Guillen, da RICTV Maringá

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 5,0

  • Comentário via facebook