Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Segundo laudo

Tatiane Spitzner sofreu ferimento no osso hioide, indicando asfixia

Segundo peritos de criminalística, o ferimento no osso hioide é típico quando ocorre asfixia ou estrangulamento; o laudo deve ser apresentado junto com o oferecimento da denúncia nesta segunda-feira (6)

Autor: Redação RIC Mais
O osso hioide fica na parte anterior ao pescoço, um pouco abaixo da mandíbula e à frente da porção cervical da coluna vertebral e lesões causadas nessa parte são comuns em enforcamento, estrangulamento e esganadura (Foto: Reprodução/Facebook)
O osso hioide fica na parte anterior ao pescoço, um pouco abaixo da mandíbula e à frente da porção cervical da coluna vertebral e lesões causadas nessa parte são comuns em enforcamento, estrangulamento e esganadura (Foto: Reprodução/Facebook)

A advogada Tatiane Spitzner apresentava um ferimento no osso hioide, segundo laudo do Ministério Público (MP-PR), que deve ser apresentado junto com o oferecimento da denúncia nesta segunda-feira (6). De acordo com peritos de criminalística, o ferimento é típico quando ocorre asfixia ou estrangulamento.

O osso hioide fica na parte anterior ao pescoço, um pouco abaixo da mandíbula e à frente da porção cervical da coluna vertebral e lesões causadas nessa parte são comuns em enforcamento, estrangulamento e esganadura. A principal suspeita é que Tatiane Spitzner tenha sofrido asfixia.

Imagens mostram agressões de Manvailer

No vídeo divulgado na tarde desta sexta-feira (3), é possível ver que as agressões de Luís Manvailer começaram antes do casal entrar no apartamento, que ficava no centro de Guarapuava, nos Campos Gerais do Paraná. O primeiro vídeo mostra ele agredindo a advogada Tatiane Spitzner na rua, dentro do carro. Em seguida, ela tenta fugir no estacionamento do prédio, mas sem sucesso. A última imagem é de Manvailer limpando o elevador após carregar o corpo da esposa após a queda (assista abaixo). 

Tatiane queria se separar de marido

Na última quarta-feira (1º), a irmã da vítima, Luana Spitzner, contou que na noite do crime, a irmã confessou que queria se separar de Luís Felipe Manvailer. Na noite da morte, o casal e os amigos tinham ido à uma boate para comemorar o aniversário do suspeito. “Eu percebi que ele estava um em um canto, ela outro no outro. Deu pra ver que eles não estavam bem. Ela estava aproveitando a festa com os amigos dela e ele estava no canto dele. Aí uma hora ela sentou no sofá comigo e falou: ‘Lu, agora eu vou divorciar, eu quero divorciar’. E eu falei: ‘claro Tati, faça o que você achar melhor’”, contou Luana Spitzner.

Feminicídio em Guarapuava

A Polícia Civil indiciou por feminicídio Luis Felipe Manvailer, de 32 anos, no final da tarde da última terça-feira (31). Ele é o principal suspeito pela morte da advogada Tatiane Spitzner, de 29 anos. Segundo Bruno Miranda Maciozek, delegado responsável pelo caso, ele é denunciado por homicídio qualificado por motivo torpe e uso de meio cruel que impossibilitou a defesa da vítima, além da condição do sexo feminino.

O inquérito policial já foi recebido pelo Ministério Público (MP-PR) e o prazo para que o órgão se decidir, se vai ou não oferecer denúncia pelo crime de feminicídio, termina no dia cinco de agosto. O que realmente aconteceu no apartamento do casal, no dia 22 de julho, às investigações devem comprovar. Manvailer continua preso preventivamente na Penitenciária Industrial de Guarapuava (PIG) por ser considerado o único suspeito da morte da esposa. Ele nega à polícia que tenha jogado a esposa da sacada.

Manvailer flagrado limpando elevador

As imagens mostram a advogada Tatiane sendo agredida de forma brutal dentro do elevador, assista!

Leia mais: Advogada morta em Guarapuava pediu socorro, diz testemunha à polícia

Ferimento no osso hioide

Segundo laudo da perícia, tudo indica que a advogada tenha sofrido esganadura durante às agressões de Manvailer antes da queda do quarto andar do apartamento. Assista mais informações do Balanço Geral Curitiba deste sábado (4) com o repórter Daniel Santos, Giulianne Kuiava e Guilherme Rivaroli!

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 3,6

Política de
comentários

comentários