Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

herança em jogo

Suspeito de tentar matar o próprio irmão é preso em Almirante Tamandaré

A vítima foi atingida por três tiros; o crime aconteceu em fevereiro de 2018

Autor: Redação RIC Mais
O suspeito tentou matar o irmão por causa de herança. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
O suspeito tentou matar o irmão por causa de herança. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

 

Um homem suspeito de tentar matar o próprio irmão por causa de uma herança foi preso nesta segunda-feira (9) pela Polícia Civil de Almirante Tamandaré. Laércio dos Santos, de 42 anos, estava foragido desde fevereiro quando teria atingido o irmão, de 29 anos, com três tiros.

A prisão aconteceu na residência do indivíduo, localizada no bairro São Miguel, em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba.

 

Tentou matar o irmão a tiros

O crime aconteceu no dia 01 de fevereiro de 2018, na Estrada Barra Santa Rita, em Campo Magro, também na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo a investigação, Laércio atirou pelo menos cinco vezes contra o irmão, mas apenas três dos disparos acertaram a vítima. Após o atentado, ele continuou sendo ameaçado pelo suspeito. “A vítima estava em sua casa com um colega e duas meninas, quando o suspeito chegou na frente da residência, chamou pela vítima, onde desferiu pelo menos cinco tiros contra a vida do irmão. Uma das testemunhas que estava no local, levou a vítima ao hospital, que sobreviveu ao atentado”, explica o delegado-titular da Delegacia de Almirante Tamandaré, Tito Lívio Barichello.

Leia também: Corpos da mãe que matou o filho e da criança são enterrados em Rolândia

Motivação para matar o próprio irmão

Ainda de acordo com o delegado, a motivação do crime seria porque a vítima teria direito a uma herança do pai e o suspeito não queria que ele fosse beneficiado

Na delegacia, mesmo orientado a não falar com a imprensa, o suspeito disse ter agido em legítima defesa. “Eu tenho testemunha também que eu atirei em legítima defesa, ele tentou me atacar. O pai deixou dividido as terras, para mim, para meu irmão e para esse Cláudio que levou o tiro. O Claudio vendeu a parte dele para mim, eu tenho registro em cartório. Aí, ele começou a me ameaçar que ia tomar o sítio de volta”, afirma Laércio.

Na casa do suspeito, a polícia encontrou a arma de fogo utilizada no crime, sendo ainda que a arma pode ter sido utilizada em outro homicídio que está em investigação na mesma delegacia. O delegado contou à equipe de reportagem da RICTV Curitiba, que a arma pode ter sido utilizada por funcionários de Laércio para assassinar outra pessoa. A perícia deverá esclarecer a suspeita. 

O homem está sob custódia e aguarda à disposição da Justiça. Ele deverá responder pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e homicídio qualificado

Curta a página do RIC Mais Paraná no Facebook

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

  • Comentário via facebook