Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

crimes sexuais

Caminhoneiro é preso em Colombo por suspeita de pedofilia

O homem costumava marcar encontros pelo Facebook com jovens do interior do estado; ele aproveitava as viagens para encontrar com as vítimas

Autor: Redação RIC Mais
Caminhoneiro é preso por suspeita de cometer pedofilia. (Foto: Ilustrativa/Pixabay)
Caminhoneiro é preso por suspeita de cometer pedofilia. (Foto: Ilustrativa/Pixabay)

Um caminhoneiro foi preso em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, por suspeita de cometer pedofilia em Guaraniaçu, no oeste do Paraná. A prisão ocorreu nesta quinta-feira (17) durante uma ação conjunta entre as polícias civis das duas cidades. (Assista entrevista abaixo)

Segundo a polícia, o homem de 35 anos costumava viajar a trabalho da capital para Foz do Iguaçu, também no oeste, e como Guaraniaçu fica no caminho, ele parava para encontrar com suas vítimas. “A polícia investiga, e a polícia sugestiona, que Guaraniaçu foi escolhida justamente por não ser a residência do investigado”, explicou o delegado Bruno Amaral, da Polícia Civil de Guaraniaçu.

Vítimas de pedofilia escolhidas pelo Facebook

O suspeito fazia parte de um grupo de caminhoneiros na rede social Facebook e, por lá, escolhia suas vítimas. Todos meninos de 12 entre 15 anos de idade, que, na maioria das vezes, eram filhos de caminhoneiros ou garotos que gostam de caminhão e, por isso, estavam no grupo. Ele fez pelo menos 80 contatos com jovens de Guaraniaçu.

“Num primeiro momento, ele agia sob as interfaces de Facebook e WhatsApp, ele utilizava esses meios de multimídia, de redes sociais, para se camuflar como administrador do grupo e através desses mecanismos, incutir ali na ideia daqueles jovens que aquilo tudo que ele propunha era normal, era tranquilo, não tinha problema eles fazerem”, disse o delegado.

Imagens chocantes

O segundo passo, era encontrar as vítimas. A polícia ainda investiga se ocorreram ou estupros, já que imagens localizadas no celular do caminhoneiro mostram ele tocando nas regiões íntimas dos meninos.

Investigações

A polícia chegou até o homem depois que a mãe de uma de suas vítimas - um menino de 13 anos - registrou um boletim de ocorrência.

Agora, a polícia espera pelo resultado de uma perícia técnica feita no celular do suspeito e apura se ele também praticou o crime em outras cidades e até que ponto chegaram os contatos físicos com os meninos para concluir o inquérito. “Ele teve contato em algumas oportunidades em que ele esteve na cidade de Guaraniaçu. O que está sendo apurado, até o momento, que a gente espera concluir o inquérito policial até a final da semana que vem, é até que ponto chegaram esses atos sexuais com esses meninos”.

O caminhoneiro foi transferido de Colombo para Guaraniaçu nesta sexta-feira (18) e deverá permanecer preso até o pronunciamento judicial.

Veja a entrevista com o delegado responsável pelo caso:

O delegado Bruno Amaral conversou com o repórter Leandro Souza, da RICTV Oeste.

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 4,6

  • Comentário via facebook