Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Assista cena!

Mulher que matou ex-chefe com facada no coração é presa em Guaratuba

A mulher, de 28 anos, roubou o valor de R$ 40 mil enquanto trabalhava na empresa da vítima

Autor: Redação
pós o crime a mulher, de 28 anos, levou o celular e uma pistola da vítima (Foto: Tiago Silva/RICTV)
pós o crime a mulher, de 28 anos, levou o celular e uma pistola da vítima (Foto: Tiago Silva/RICTV)

A mulher suspeita de matar o ex-chefe com uma facada no coração foi presa na última sexta-feira (30) em Guaratuba, no Litoral do Paraná. O crime aconteceu no dia 23 de novembro, no bairro Cajuru. 

Ex-funcionária mata empresário no Cajuru

De acordo com a Polícia Civil, a vítima morreu com uma facada nas costas e depois foi asfixiada com uma almofada (assista abaixo). Segundo a perícia, um dos golpes atingiu o coração de Antônio Delani, de 72 anos. Após o crime, o idoso ficou caído dentro de seu estabelecimento comercial. 

O corpo da vítima só foi encontrado durante a noite, após um funcionário da empresa, que fica na rua Engenheiro Benedito Mário da Silva, no Jardim Mercúrio, na região do Cajuru, ir até o local. Após o crime a mulher, de 28 anos, levou o celular e uma pistola da vítima

"Já no local, encontramos imagens do crime. A partir daquele momento, ficou clara a autoria e o modo que a autora tirou a vida da vítima", afirmou o delegado responsável pelas investigações, Cássio Conceição. 

Suspeita roubou R$ 40 mil de empresa

"Ela era funcionária e quando trabalhava para a vítima, ela desviava quantias financeiras. Segundo testemunhas, o valor atingiu R$ 40 mil. Parece que Antônio deu uma moto para a autora e, como ela não pagou, ele pegou de novo o automóvel. Por isso, ela ficou com raiva e resolveu cometer o crime. Na quinta-feira ela veio para Curitiba, na sexta matou a vítima e voltou de novo para Guaratuba", contou o delegado.

O delegado da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) afirmou que a intenção era roubar e posteriormente matar a vítima. “No momento da abordagem a mulher estava dentro de um comércio no litoral no estado. Ela foi encaminhada à delegacia onde alegou que a arma levada era de brinquedo”, contou Conceição. 

A suspeita pelo crime, ex-funcionária da vítima, não tinha passagem polícia. Ela será autuada pelo pelo crime de latrocínio - roubo seguido de morte -, se condenada poderá apegar até 30 anos de reclusão. Ela aguarda à disposição da Justiça. A ação da Policia Civil contou com o apoio das polícias Civil e Militar de Garuva (SC) e Itapoá (SC), além dos policiais civis e militares de Guaratuba (PR). 

Vídeo flagra morte de empresário

Imagens da câmera de segurança do local flagraram a morte do empresário Antônio Delani dentro do próprio estabelecimento. Confira!

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 3,7

  • Comentário via facebook