Curitiba

Motorista é preso transportando porco morto em cadeirinha de bebê

No interior do veículo foram encontrados um porco na cadeirinha de bebê e outro no banco de passageiros

O porco na cadeirinha de bebê ia se entregue a consumidores. (Foto: Divulgação PRF)

* Por Jornal de Brasília via R7

Um homem de 26 anos foi preso por dirigir alcoolizado, na tarde deste sábado (11), na BR-070, próximo ao município de Aragarças (GO). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o motorista ainda transportava um porco morto sentado em uma cadeirinha de bebê.

Segundo a corporação, policiais faziam ronda de rotina quando perceberam um veículo transitando na via com som alto. Os PRFs deram ordem de parada para o suspeito, que fugiu e foi abordado após uma perseguição dos agentes. A PRF informou ainda que, durante a fuga, o homem realizou diversas manobras arriscadas como conduzir o veículo em velocidade alta, atravessar ruas sem parar e realizar freadas bruscas para evitar colisões.

Ao ser parados pelos policiais, o condutor ficou exaltado e foi submetido ao teste do bafômetro, que detectou teor alcoólico de 0,82 mg/l no sangue. No interior do veículo foi encontrado latas de cerveja e dois porcos abatidos que seriam entregues a consumidores da cidade e em Barra dos Garças (MT).

O homem foi autuado por embriaguez ao volante, não utilização do cinto de segurança e por trafegar com velocidade acima da média. Ele foi detido e encaminhado para a delegacia local da Polícia Civil.

No interior do veículo foi encontrado latas de cerveja e dois porcos abatidos. (Foto: Divulgação PRF)

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)

PRF apreende quase três toneladas de maconha no interior do Paraná

A apreensão de maconha é a terceira maior feita este ano; a carga seguia para São Paulo

A apreensão das quase três toneladas de maconha aconteceu em Marechal Cândido Rondon. (Foto: PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 2.798,6 quilos de maconha nesta segunda-feira (13) na BR-163 em Marechal Cândido Rondon, na região oeste do Paraná.

Além da droga, os agentes da PRF apreenderam ainda uma metralhadora calibre 9 milímetros, 450 munições de diversos calibres e quatro frascos de anabolizantes.

As cargas ilícitas eram transportadas em um fundo falso de um caminhão destinado ao transporte de frangos.

Destino

Preso em flagrante, o motorista, de 29 anos de idade, disse que saiu de Caarapó (MS) e que entregaria o droga, a arma e as munições em Sorocaba (SP).

A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Federal em Guaíra.

O homem responderá, a princípio, pelos crimes de tráfico de drogas, tráfico internacional de arma de fogo e importação ilegal de medicamentos.

Histórico de toneladas

A apreensão de 2,8 toneladas de maconha é a terceira maior feita este ano pela PRF no Paraná. A maior foi registrada no último dia 26 de julho, em Toledo, quando 4,3 toneladas de maconha foram apreendidas. A segunda maior ocorreu em Céu Azul, em 11 de agosto: quatro toneladas.

A carga estava no fundo falso do caminhão. (Foto: PRF)

Veja o momento em que os policiais descobriram o fundo falso. (Imagens/PRF):

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)

Ciclista morre após ser atropelado por viatura da PM

O veículo perseguia um carro roubado quando acertou em cheio o ciclista

O ciclista morreu antes da chegada de socorro. (Foto: PRF)

Um ciclista morreu na noite de segunda-feira (13), aproximadamente às 21h, depois de ser atropelado por uma viatura da Ronda Tático Motorizada (ROTAM), uma subdivisão do 10º Batalhão da Polícia Militar. Harisson Augusto Smaniotto, 43 anos, foi jogado contra o para-brisa do veículo na BR-476, na Linha Verde, bairro Jardim Botânico, em Curitiba.

Segundo os policiais envolvidos no acidente, no momento da colisão as equipes perseguiam um carro roubado. A viatura seguia sentido Colombo e bateu de frente com a vítima. O motorista contou que tentou desviar, mas não conseguiu. Harisson morreu antes da chegada do socorro.

Abalados, familiares do ciclista seguiram até o local e prestaram informações à Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Canaleta

O local onde aconteceu a batida é uma canaleta que só irá entrar em funcionamento após as conclusões das obras na Linha Verde. Somente veículos oficiais e de transporte público têm autorização para trafegar nas vias expressas, entretanto, muitos ciclistas e skatistas costumam usá-las.

Um agente da PRF informou que além de não ser autorizado o tráfego no local, a bicicleta não contava com nenhuma sinalização para períodos noturnos.

Assista ao vídeo do Paraná no Ar:

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)