Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Dia da Mulher

Suspeito de matar namorada fez declaração de amor dois dias antes do crime

Ele fez uma publicação especial para a vítima no Dia Internacional da Mulher; a mãe da jovem também foi esfaqueada pelo genro

Autor: Redação RIC Mais
O jovem é suspeito de matar a namorada com golpes de faca em Ponta Grossa. (Foto: Reprodução/Rede Social)
O jovem é suspeito de matar a namorada com golpes de faca em Ponta Grossa. (Foto: Reprodução/Rede Social)

Jhonatan Campos, 22 anos, suspeito de matar a namorada Lidiane Oliveira, 24 anos, na madrugada deste domingo (10) em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, fez uma declaração de amor e uma homenagem pelo Dia Internacional da Mulher para a vítima dois dias antes do crime. Ele também teria esfaqueado a mãe da jovem. (Veja abaixo)

Faz declaração e mata namorada

No texto publicado por Jhonatan em sua rede social, sexta-feira (8), ele afirma que Lidiane é o amor de sua vida. “Então hoje é dia das mulheres né, mas especialmente dessa mulher que divido uma vida, essa mulher maravilha, dedicada, objetiva e estupenda, uma mulher que qualquer homem queria ter. Todos temos uma mulher que amamos, sendo ela mãe, amiga, namorada ou esposa, eu tenho a minha, a mulher da minha vida, que me apaixono todos os dias e sou grato por ela estar comigo, feliz dia da mulher eu amo vc”, diz a postagem.

O rapaz é considerado foragido e acredita-se que ele esteja escondido em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele fugiu dirigindo um Fusca.

O crime

De acordo com a Polícia Militar (PM), o suspeito e a namorada, que era estudante de direito, foram até uma casa noturna na noite de sábado (9) e acabaram brigando. Na volta para casa, já na madrugada de domingo, ele teria ameaçado Lidiane de morte e ainda quebrado uma parte de vidro da residência da garota durante a discussão.

Assustada, ela ligou para a PM e relatou as várias ameaças feitas pelo namorado. Policiais, então, teriam sido deslocados até o bairro Jardim Carvalho, mas não encontraram o suspeito durante o patrulhamento.  

Jhonatan, à direita, é procurado pela polícia. (Foto: Reprodução/Rede Social)

Cerca de 30 minutos depois, Jhonatan invadiu a residência e desferiu vários golpes de faca no pescoço da namorada. A Rosa Aparecida Oliveira, 60 anos, mãe da vítima e sogra do suspeito, também foi esfaqueada enquanto tentava defender a filha das agressões.

A jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. A mulher foi encaminhada ao Hospital Universitário de Ponta Grossa em estado grave. Em um boletim médico divulgado pela instituição no fim da manhã desta segunda-feira (11), foi confirmado que Rosa permanece internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), com auxílio de ventilação mecânica.

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 4,0

  • Comentário via facebook