Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

imagem exclusiva

Vídeo mostra vítima que teve atendimento negado por atendente do Samu; VEJA

Resposta dada pela atendente do Samu durante uma ligação em Curitiba terminou com o afastamento da funcionária

Autor: Redação RIC Mais
Ligação chamou a atenção pela resposta dada pela atendente em Curitiba (Reprodução)
Ligação chamou a atenção pela resposta dada pela atendente em Curitiba (Reprodução)

A ligação durante um chamado para o Samu em Curitiba chamou a atenção pela resposta inesperada dada por uma atendente. Ao ligar para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), o homem que solicitou o serviço foi surpreendido na manhã de sábado (5). Ouça o áudio abaixo!

Ligação do Samu em Curitiba

“Se ele não quiser atendimento e quiser morrer, aí o problema é dele”, disse a atendente do Samu enquanto recolhia as primeiras informações de um atendimento na Avenida Santa Bernadete, entre os bairros Fanny e Lindóia, em Curitiba, sobre um homem desacordado e que aparentava ter ferimentos na cabeça.

O homem tinha um corte na parte superior do olho esquerdo e sangrava muito. De acordo com informações obtidas pelo repórter Ricardo Vilches, da RICTV | RecordTV, o homem, depois de ser atendido, mandou "beijinhos" para a ambulância, como forma de agradecimento.Atendente do Samu é afastada

De acordo com a Polícia Militar (PM), um senhor que viu o jovem caído na avenida que ligou pedindo por ajuda, já que o rapaz estava com sangramento na cabeça. No áudio, a mulher questionou ao senhor se “ele perguntou ao ferido se quer ser atendido”.

Nesse momento que a atendente dispara, argumentando que “se ele não quiser atendimento e quiser morrer, aí o problema é dele”. A atendente continua insistindo para que o idoso pergunte para a vítima se ela quer atendimento, mas o homem responde: “ele não está respondendo por ele, ele está caído no canteiro”.

Homem foi socorrido pelo Samu após atendente dar resposta inesperada na primeira ligação (Foto: Valdecir Mikuska)

Atendimento inesperado do Samu

Quando o homem volta a tentar falar com a atendente, a ligação cai. De acordo com a Prefeitura de Curitiba, uma ambulância foi encaminhada até o local depois de uma segunda ligação. Confira a nota na íntegra!

"O primeiro atendimento do Samu não foi o correto. A Secretaria Municipal da Saúde informa que retirou atendente do plantão, por não atender os protocolos do Samu. Ela também irá responder a processo administrativo. A Prefeitura lamenta o episódio e pede desculpas ao cidadão que fez a ligação para ajudar a pessoa que estava precisando de atendimento. O protocolo de atendimento do Samu prevê que se tenha o maior número de informações possíveis da pessoa que será atendida. Se está ferida, qual o tipo de ferimento, se está consciente, se consegue falar e explicar como está se sentindo. Essas informações são decisivas para saber que tipo de ambulância será enviada ao local.”

Assista à reportagem completa sobre o caso envolvendo o Samu em Curitiba:

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 3,8

  • Comentário via facebook