Curitiba

Identificado no Rio autor de disparos que feriram policiais militares

De acordo com a Polícia Civil, um dos policiais foi baleado na perna e e outro, de raspão na cabeça

De acordo com a Polícia Civil, um dos policiais foi baleado na perna e e outro, de raspão na cabeça (Foto: Wikipedia/Autor: Chensiyuan)

*Da Agência Brasil

Geovane de Lima Santos, de 19 anos, foi identificado pela equipe da 14ª Delegacia Policial (DP) do Leblon, zona sul do Rio de Janeiro, como autor dos disparos que feriram dois policiais militares na noite de domingo (11).

De acordo com a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ), um dos policiais foi baleado na perna e outro, de raspão na cabeça. Atendidos no Hospital Municipal Miguel Couto, ambos foram medicados e liberados. Geovane foi localizado pela polícia no Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro da capital fluminense, com ferimentos de arma de fogo.

Na delegacia, os dois policiais militares, que trabalham no 23º Batalhão do Leblon, reconheceram o jovem. Além de atingir os agentes, os tiros provocaram correria de pedestres na região.

Geovane de Lima Santos é acusado também de roubar um veículo para fugir do local. Segundo a polícia, o carro foi recuperado e devolvido aos proprietários.

A delegada titular da 14ª DP, Monique Vidal, autuou Geovane em flagrante pelos crimes de tentativa de homicídio, roubo com emprego de arma de fogo e resistência à prisão.

Bate-bola

Orientados por informações de motoristas, que relataram que pessoas fantasiadas de bate-bola estariam provocando tumultos em ruas do centro do Rio de Janeiro, policiais militares do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) encontraram, nesta madrugada, na Rua Santa Luzia, um grupo com mais de 100 bate-bloas (clóvis). Com eles, foram encontrados uma pistola calibre 9 milímetros e uma bomba de fabricação caseira.

Os policiais militares encontraram ainda com o grupo objetos roubados, como celulares, relógios e carteiras. O grupo e as vítimas dos delitos foram levados para a Central de Garantias Norte, onde dez bate-bolas ficaram presos. A Polícia Civil do Estado (PCERJ) investiga o caso.

Bate-bola ou clóvis são nomes de fantasias carnavalescas compostas por máscara, roupa colorida e capa. O folião bate com força no chão com uma bola presa a um cordão. A tradição foi trazida pelos colonizadores portugueses, tendo sido também influenciada pela folia de reis.

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)

Jovem é morto após flertar com mulher em saída de festa de Carnaval

Vítima voltava de festa na avenida Afonso Pena, no centro de Belo Horizonte; suspeito está foragido

Crime ocorreu na esquina das ruas Tupinambás e da Bahia, em Belo Horizonte (Foto: Reprodução/Google Street View)

*Do r7

Um jovem de 22 anos foi morto a facadas quando voltava de uma festa de Carnaval na avenida Afonso Pena, no centro de Belo Horizonte, na madrugada desta terça-feira (13). A vítima teria flertado com a namorada do autor do crime, que não gostou e o esfaqueou.

De acordo com a Polícia Militar, uma testemunha relatou que ela e vítima voltavam da festa quando resolveram parar no banheiro químico na rua Tupinambás. O jovem teria flertado com uma mulher e um homem que a acompanhava disse que era pra ele se afastar, pois “ela era mulher de bandido”. 

Ainda segundo os militares, em seguida, o namorado da mulher saiu do banheiro e atacou o jovem com uma faca. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado, mas o jovem foi encontrado morto.

O autor do crime fugiu e, até o momento, não foi localizado. A Polícia Civil vai investigar o caso.

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)

Após esfaquear vizinho, motorista é preso em flagrante durante fuga

Depois de esfaquear o vizinho, o marido fugiu do local e acabou se envolvendo em um acidente; ele foi preso por tentativa de homicídio e embriaguez

Depois de esfaquear o vizinho, o marido fugiu do local e acabou se envolvendo em um acidente; ele foi preso por tentativa de homicídio e embriaguez (Foto ilustrativa: Divulgação/PM)

Um homem de 23 anos tentou defender a briga entre um casal e acabou esfaqueado no pescoço na noite desta segunda-feira (12), no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. O agressor fugiu, mas acabou se envolvendo em um acidente de trânsito e foi preso.

O casal e o jovem eram vizinhos e segundo a Polícia Militar (PM), a briga acontecia do lado de fora da casa, incomodando os outros moradores do condomínio, quando o rapaz resolveu intervir.

O marido não gostou da interferência e esfaqueou o vizinho no pescoço. Mesmo com a perda de sangue, a vítima foi encaminhada para o Hospital do Trabalhador sem risco de morte.

Depois da agressão, o marido fugiu do local, mas acabou se envolvendo em um acidente de trânsito no cruzamento das ruas Paulo Rio Branco de Macedo e Olívio Domingos Leonardi. Ele furou a preferencial e foi preso em flagrante por tentativa de homicídio e embriaguez ao volante.

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)