Curitiba

Homem consegue pedir socorro após ser baleado duas vezes na cabeça

A vítima disse à polícia que um amigo disparou contra ele e fugiu

Os tiros atingiram a vítima de raspão; ela foi encaminhada para o Hospital do Trabalhador. (Foto: Paulo Fischer/RICTV)

Os tiros atingiram a vítima de raspão; ela foi encaminhada para o Hospital do Trabalhador. (Foto: Paulo Fischer/RICTV)

Os tiros atingiram a vítima de raspão; ela foi encaminhada para o Hospital do Trabalhador. (Foto: Paulo Fischer/RICTV)
Os tiros atingiram a vítima de raspão; ela foi encaminhada para o Hospital do Trabalhador. (Foto: Paulo Fischer/RICTV)

*Com informações de Marcelo Borges

Ivan Moreira Brandão, 35 anos, é de Goiânia e mora no bairro Xaxim, em Curitiba, há duas semanas. Ao chegar a sua casa, na noite desse domingo (19), foi surpreendido e baleado duas vezes na cabeça.

Foi a própria vítima quem ligou para o Corpo de Bombeiros e pediu ajuda. Segundo os socorristas, Ivan teve muita sorte, porque os tiros foram de raspão. 

Ele foi socorrido ao Hospital do Trabalhador. Aos policiais militares, ele disse apenas que o autor dos disparos foi um amigo, que não foi localizado pela PM. A polícia vai investigar o caso.

Leia mais

'Fiquei desesperado', diz motorista que atropelou bebê de dois anos

Dupla invade casa, assassina morador e foge em carro roubado

Envie seu comentário

Comentários (0)

Homem é acusado de estuprar menina de três anos na UFPR litoral

Ele acompanhava um grupo de estudantes e estava cuidando dos filhos de alguns deles durante atividades

Caso ocorreu nas dependências do campus litoral da Universidade Federal do Paraná (Foto: UFPR litoral, Divulgação)

A Polícia Civil de Matinhos prendeu, na tarde deste domingo (19), Cleitiano Barbosa, de 24 anos, acusado de estuprar uma menina de 3 anos nas dependências do campus litoral da Universidade Federal do Paraná (UFPR). 

Segundo a apuração da polícia, ele acompanhava um grupo de estudantes de outra cidade que faziam um curso na universidade e estava incumbido de cuidar dos filhos de alguns deles durante as atividades. Na noite de ontem, então, uma mãe constatou que a filha estava com lesões e sangramento na região genital. Depois de levar a criança ao hospital, ela foi à polícia fazer o boletim de ocorrência.

De madrugada, a Polícia Civil fez oitivas, apreendeu elementos de prova e realizou o exame de corpo delito do suspeito no IML de Paranaguá. O exame "confirmou a ocorrência de violência sexual", afirma a polícia, e o homem foi preso. Ele não esboçou nenhuma reação e, depois de negar inicialmente os fatos, assumiu ter abusado da criança.

A prisão de Barbosa foi decretada por 30 dias e é prorrogável por mais 30, por se tratar de crime hediondo. Durante esse prazo, o inquérito deverá ser concluído e encaminhado para o Judiciário. 

Leia mais
Em uma semana, três casos de abuso sexual de menores chocam Curitiba

'Fiquei desesperado', diz motorista que atropelou bebê de dois anos




Envie seu comentário

Comentários (0)

Corpo carbonizado é encontrado em mala de carro próximo à BR-376

IML ainda não identificou a vítima; A Divisão de Homicídios vai investigar o caso

Foto: WhatsApp/colaboração

Um corpo carbonizado foi encontrado no porta-malas de um veículo na manhã deste domingo (19) em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo a Polícia Militar, o veículo incendiado estava estacionado na pista marginal da BR-376, próximo ao antigo posto da Polícia Rodoviária Federal.

A Polícia Civil esteve no local e o caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O Instituto Médico Legal (IML) de Curitiba recolheu o corpo. Ainda não há identificação, e nem mesmo o sexo da vítima foi confirmado.

Envie seu comentário

Comentários (0)