Curitiba

Grupo pede dinheiro para falsa cirurgia usando carro de som; assista

Os golpistas afirmavam que um deles estaria com câncer e que a cirurgia custava R$ 10 mil; eles foram obrigados pela polícia a desmentir a doença

Após frustrar a ação, os policiais obrigaram o grupo a andar pelas ruas para desmentir a doença (Foto: Reprodução/Record TV Itapoan)

*Do R7

Três homens foram presos em flagrante acusados de aplicar o "golpe da doença". O caso aconteceu na cidade de Heliópolis, no interior da Bahia.

Segundo a polícia, os homens pediam dinheiro aos moradores da cidade utilizando um carro de som. Eles afirmavam que um deles estaria com câncer e que a cirurgia custava R$ 10 mil.

A polícia desconfiou da situação e ao abordar os homens descobriu a farsa. Após frustrar a ação, os policiais obrigaram o grupo a usar o mesmo carro de som para percorrer as ruas da cidade,desmentir a doença e dizer que se tratava de um golpe. Assista:

Veja também:

Vídeo mostra PM agredindo aluno dentro de sala de aula em Alagoas

Bandido anuncia aluguel de casas na internet, mas tudo não passa de um golpe 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Vídeo mostra PM agredindo aluno dentro de sala de aula em Alagoas

Secretária de Educação afirma que o PM se excedeu e quer investigação rigorosa do caso

O vídeo não tem áudio, mas mostra ação truculenta de policial (Foto: Reprodução)

A Polícia Militar de Alagoas instaurou um inquérito para investigar a agressão de um policial contra um estudante dentro de uma sala de aula. O vídeo das câmeras de monitoramento da Escola Estadual Campos Teixeira, em Maceió, mostram um agente da PM entrando na sala e agredindo um jovem.

As imagens foram gravadas na última quinta-feira (25) e viralizaram pelas redes sociais. O PM estava ministrando uma palestra na escola. O vídeo mostra o policial se aproximando do estudante e em seguida atingindo o rosto dele com um golpe. Logo após o golpe, ele segura o jovem pelo pescoço. Outro policial tenta intervir, e a violência gera tumulto.

Antes do fim das imagens, o rapaz é carregado pelo PM para fora da com um golpe de gravata.

A Polícia Militar de Alagoas enviou uma nota à imprensa informando que a sua “corregedoria irá investigar a conduta dos militares durante a noite da última quinta-feira (25)” e que será aberto um “processo administrativo para averiguação dos fatos que irá durar, inicialmente, 30 dias".

A secretária de Educação do estado se manifestou sobre o caso pelas redes depois que o secretário de Segurança Pública do Estado de Alagoas (SSP), coronel Lima Júnior, defendeu a ação da polícia, dizendo que não houve excesso dos policiais.

A secretária Laura Souza, em sua página no Facebook, garante que houve excesso sim e que a abordagem policial dentro da escola foi desproporcional.

A assessoria de comunicação da Secretaria de Estado de Educação de Alagoas informou que os policiais fazem parte do projeto Batalhão Escolar, que combate o tráfico de drogas nas unidades de ensino. A secretaria disse ainda que os militares não poderiam, sem a presença de um diretor, entrar na sala de aula, e que vai entrar com uma ação para pressionar a PM a investigar a ocorrência.

 

Veja também:

Policial é agredido ao abordar usuário de drogas

Policial tenta intervir em briga de torcida é agredido

Envie seu comentário

Comentários (0)

PRF apreende mais de uma tonelada de maconha durante o fim de semana

Um dos motoristas fugiu em alta velocidade e pela contramão; ele ainda tentou bater contra a viatura da PRF

Drogas eram transportadas em dois carros que transitavam por rodovias federais no Paraná (Foto: PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu pouco mais de 1,1 mil quilos de maconha em duas ocorrências registradas neste fim de semana no Paraná. Um carro com alerta de roubo foi recuperado e um dos traficantes, preso em flagrante.

Na manhã de domingo (28), em frente à Unidade Operacional Campo Mourão, na BR-369, agentes da PRF deram ordem de parada para o motorista de um Renault Fluence, que desobedeceu e acelerou.

Seguido por cerca de oito quilômetros, o homem acabou por abandonar o veículo e fugiu a pé, em meio a uma plantação de milho. Dentro do veículo, os policiais encontraram 522 tabletes de maconha, que totalizaram 484,4 quilos.

O carro havia sido roubado em São José do Pinhais e estava com placas clonadas. Durante o deslocamento para a Delegacia da Polícia Civil em Campo Mourão, o traficante foi localizado e preso em flagrante, às margens da rodovia.

A segunda ocorrência foi registrada já na madrugada desta segunda-feira (29). Por volta de 1h30 da madrugada, agentes da PRF desconfiaram de um Chevrolet Astra que passou em frente à Unidade Operacional Catanduvas, na BR-277.

O carro foi perseguido por cerca de 30 quilômetros. O motorista carro transitou pela contramão, fez ultrapassagens forçadas e tentou colidir contra a viatura da PRF.

Já dentro do município de Guaraniaçu, o homem abandonou o veículo e fugiu a pé, por uma área de mata. Ele ainda não foi encontrado.

Dentro do Astra havia 637,6 quilos de maconha. A PRF encaminhou o carro e a droga para a Delegacia da Polícia Civil em Guaraniaçu.

Leia também:

Duas toneladas de maconha são apreendidas em carreta bitrem

Jovem é presa com drogas, e WhatsApp mostra desespero de traficante

Envie seu comentário

Comentários (0)