Curitiba

Grávida está desaparecida há mais de dez dias e família está desesperada

Familiares contaram que a moça estava num relacionamento com um homem casado, que não aceitava a gravidez

Ana Carolina está grávida de três meses. Foto: Reprodução/Facebook.

Grávida de três meses, Ana Carolina Prestes da Silva, 22 anos, está desaparecida há mais de 10 dias. A informação foi confirmada pela Polícia Civil, que procura pela jovem moradora de Palmas, no sul do Paraná.

Segundo a família, Ana saiu de casa no dia 15 de julho sem dar informações sobre para onde iria. Além do filho que espera, a jovem é mãe de uma menina de seis anos que está com a avó.

Os familiares contaram aos policiais que a moça estava se relacionando, há mais de um ano, com um homem casado. Este homem seria, inclusive, o pai da criança que Ana espera e teria aconselhado a jovem que abortasse, mas ela não aceitou.

A Polícia Civil não deu mais detalhes sobre as investigações. Denúncias sobre o paradeiro de Ana Carolina podem ser feitas pelo telefone (46) 3263-1919.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Polícia investiga se cobrador baleado discutiu com fura-catracas

A primeira informação é de uma discussão com fura-catracas, mas a polícia investiga outra hipótese

O cobrador pediu socorro no estacionamento em frente. Foto: Reprodução/GoogleMaps.

Um cobrador de ônibus foi baleado na noite desta quarta-feira (26). O crime aconteceu na estação-tubo Antônio Cavalheiros, que fica na Avenida Paraná, no Cabral, e a polícia ainda não sabe o que pode ter motivado o crime. Uma informação, de que ele teria discutido com quatro jovens que tentaram entrar sem pagar a passagem, vai ser investigada.

Além desta primeira possibilidade, a polícia investiga outra hipótese para o crime, de que o assassinato não tenha ligação com o transporte público. O que se sabe é que o atirador sacou uma arma e atirou contra o cobrador, de 23 anos. Ferido, o rapaz conseguiu correr e pediu socorro no estacionamento de um hipermercado próximo ao tubo.

Os socorristas do Siate foram acionados e encaminharam o cobrador ao Hospital Cajuru. Segundo a Polícia Militar (PM), ele levou um tiro no braço, outro na barriga e, por isso, corria risco de morte.

Como o cobrador sobreviveu, a investigação deve ser até mais rápida. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), responsável por apurar o crime, deve esperar que o rapaz se recupere para que, ainda no hospital, seja ouvido. De qualquer modo, a polícia ainda não sabe se o crime foi uma discussão com quem queria entrar sem pagar o ônibus ou se trata de algo pessoal contra o cobrador.

Câmeras de segurança podem ter registrado a ação e as imagens, que ainda vão ser coletadas pelos policiais, podem ajudar na identificação dos envolvidos. Informações podem ser passadas ao disque-denúncia da DHPP, pelo telefone 0800-643-1121.

Leia mais:

'Morreu por R$ 4,25', diz amigo de jovem assassinado em estação tubo

Suspeito de crime em estação-tubo diz que estava 'defendendo o patrimônio'

Motorista é morto durante arrastão a ônibus em Colombo

Motoristas e cobradores paralisam atividades por uma hora em protesto

 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Assaltantes invadem casa, dão de cara com policial militar e se dão mal

Um dos bandidos foi atingido e morreu na hora, enquanto o comparsa teve que fugir correndo para escapar dos disparos

O assalto foi na saída da esposa do PM de casa. Foto: Luciano Chinasso/RICTV.

O assalto foi na saída da esposa do PM de casa. Foto: Luciano Chinasso/RICTV.

O assalto foi na saída da esposa do PM de casa. Foto: Luciano Chinasso/RICTV.
O assalto foi na saída da esposa do PM de casa. Foto: Luciano Chinasso/RICTV.
O assalto foi na saída da esposa do PM de casa. Foto: Luciano Chinasso/RICTV.
O assalto foi na saída da esposa do PM de casa. Foto: Luciano Chinasso/RICTV.
O assalto foi na saída da esposa do PM de casa. Foto: Luciano Chinasso/RICTV.
O assalto foi na saída da esposa do PM de casa. Foto: Luciano Chinasso/RICTV.

*Com informações do repórter Tiago Silva, RICTV Curitiba

Quando tentaram assaltar uma casa, na manhã desta quinta-feira (27), no bairro Boa Vista, em Curitiba, dois bandidos sequer imaginavam que no local residia um policial militar. Eles foram surpreendidos pelo PM, que mesmo operado conseguiu reagir e atingiu um deles.

A ação aconteceu por volta das 9h, no momento em que a esposa do policial saía de casa, na Rua João Havro. Os dois assaltantes renderam a mulher, obrigaram-na a voltar para o sobrado e planejavam fazer a limpa.

O que eles não imaginavam, é que no andar de cima o policial militar se recuperava de uma cirurgia e uma das pernas. O PM agiu rapidamente, conseguiu pegar a arma e impediu o assalto atirando contra os dois homens.

Um dos bandidos foi atingido e morreu na hora, enquanto o comparsa teve que fugir correndo para escapar dos disparos. Equipes policiais fizeram buscas na região, mas o rapaz não foi encontrado. O policial e a esposa não se feriram. Os moradores do bairro reclamaram que a região tem sofrido com muitos assaltos, principalmente pela manhã.

Leia mais:

Policial Militar é surpreendido e assassinado dentro de casa em Curitiba

Bandidos assaltam residência e escapam da PM depois de perseguição

Envie seu comentário

Comentários (0)