Curitiba

Disque Denúncia oferece R$ 5 mil por informações de assassinos de delegado

O aviso da recompensa está no cartaz divulgado pelo Portal dos Procurados do Disque Denúncia que tem como título 'Quem Matou?'

O aviso da recompensa está no cartaz divulgado pelo Portal dos Procurados do Disque Denúncia que tem como título 'Quem Matou?' (Foto: Divulgação/Pixabay)

*Agência Brasil

O serviço Disque Denúncia oferece uma recompensa de R$ 5 mil para quem der informações que identifiquem os envolvidos na morte do delegado da Polícia Civil do Rio de Janeiro Fábio Monteiro, cujo corpo foi encontrado, na tarde desta sexta-feira (12), dentro do porta-malas de um carro na região do Complexo de Favelas do Jacarezinho, zona norte da cidade.

O aviso da recompensa está no cartaz divulgado pelo Portal dos Procurados do Disque Denúncia que tem como título Quem Matou? O delegado e professor de Direito Processual Penal e Penal Especial trabalhava na Central de Garantias, na Cidade da Polícia, no Jacarezinho, e deixou mulher e dois filhos.

De acordo com o Portal dos Procurados, o corpo de Fábio Monteiro estava em um Chevrolet Cobalt preto com marcas de tiros, na Avenida Dom Helder Câmara, próximo à Favela do Arará, também na comunidade na zona norte do Rio. Ainda segundo o Portal, o corpo do delegado foi localizado após pessoas que passavam pelo local revelarem que tinham visto quando homens abandonaram o carro e correram em direção às favelas do Arará e do Jacarezinho.

As informações sobre a localização de envolvidos podem ser encaminhadas para o Whatsapp ou Telegram do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pela Central de Atendimento do Disque Denúncia (21) 2253-1177; por meio do Facebook/(inbox), https://www.facebook.com/procurados.org/; ou pelo aplicativo Disque Denúncia RJ.

A Polícia Civil também publicou no Twitter um post para incentivar informações sobre envolvidos na morte do delegado com o aviso da recompensa oferecida pelo Disque Denúncia de R$ 5 mil.

Leia também:

 
 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Criança tem 30% do corpo queimado ao ajudar mãe com o irmão

A menina de apenas três anos se queimou quando foi pegar água no fogão para colocar na banheira

A menina de apenas três anos se queimou quando foi pegar água no fogão para colocar na banheira (Foto: Divulgação/Pixabay)

Uma menina de três anos teve 30% do corpo queimado com água quente ao ajudar a mãe a dar banho no irmão de seis meses, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais, nesta sexta-feira (12).

Segundo o Hospital Regional Universitário, a criança se queimou quando foi pegar água no fogão para colocar na banheira. Ela está internada, mas, por sorte, estável.

Veja também:

 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Sobrinho de atriz Isadora Ribeiro desaparece após viagem à Bahia

Sobrinho de Isadora Ribeiro, de apenas 18 anos, passou mal durante uma festa rave e desapareceu durante volta para casa

Sobrinho de Isadora Ribeiro, de apenas 18 anos, passou mal durante uma festa rave e desapareceu durante volta para casa (Foto: Reprodução/Facebook)

O estudante curitibano Daniel José de Souza Brito, de 18 anos, desapareceu depois de passar o réveillon em uma festa rave na Bahia. Ele é sobrinho da atriz Isadora Ribeiro, que compartilhou um pedido de ajuda nas redes sociais. Confira:

 

Tânia Aparecida Ramos, 55 anos, avó do jovem, contou que o jovem saiu de Curitiba no dia 25 de dezembro em uma excursão para Ituberá. A avó afirmou que o estudante conversou com ela enquanto esteve lá, e que na última ligação o neto afirmou estar passando mal e que queria retornar imediatamente para casa.

Uma família da cidade baiana levou Daniel para o hospital e o colocou dentro de um ônibus no dia 2 de janeiro. Sem notícias, a família resolveu procurar a Polícia de São Paulo. Testemunhas contaram à família que o rapaz sofreu um surto no meio da viagem e obrigou o motorista a parar o veículo no meio da estrada para descer na região de Conceição de Macabu, no Rio de Janeiro. O motorista contou que Daniel havia ameaçado passageiros e exigiu descer no meio da madrugada, na BR-101. Segundo ele, o jovem teria entrado em  um matagal.

As últimas informações são de que o rapaz foi visto em um posto de gasolina em Conceição de Macabu. A família foi até o local e testemunhas confirmaram que ele esteve lá e que, inclusive, deram comida e o ajudaram a pegar carona com um caminhoneiro.

A família faz um apelo e afirma que Daniel está fora de si e precisando de ajuda. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está tentando fazer um suposto rastreamento do motorista que o deu carona até a serra do Rio de Janeiro. Quem tiver mais informações pode ligar nos números: (41) 99559-8895; (41) 99574-9591 ou (41) 99559-8870. 

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)