Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

jogador assassinado

Caso Daniel: Justiça adia julgamento de habeas corpus de Cristiana Brittes

O pedido foi feito pela defesa da ré; em dezembro, Cristiana teve o pedido de prisão domiciliar negado

Autor: Redação RIC Mais
Cristiana Brittes é uma das acusadas pela morte do jogador Daniel. (FOTO: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS)
Cristiana Brittes é uma das acusadas pela morte do jogador Daniel. (FOTO: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS)

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) adiou o julgamento - que deveria acontecer nesta quinta-feira (7) - do pedido de habeas corpus de Cristiana Brittes, acusada pela morte do jogador Daniel Corrêa Freitas. A solicitação de transferência de data foi feita pela própria defesa da ré e aceita pelos desembargadores responsáveis pelo processo. Não há nova data definida.

Cristiana Brittes

Cristiana Brittes, 35 anos, é esposa de Edison Brittes, 38 anos, assassino confesso do jogador e mãe de Allana Brites, 18 anos. Os três estão presos pelo envolvimento no crime que vitimou o jogador Daniel em outubro de 2018.

Os três estão presos desde novembro de 2018. (FOTO: REPRODUÇÃO/REDES SOCIAIS)

Cristiana teria sido o pivô da confusão que acarretou no assassinato do jovem. Conforme testemunhas, o espancamento de Daniel iniciou depois que Edison flagrou o jogador deitado na cama com sua esposa. Segundo o depoimento da acusada, ela teria acordado com Daniel apenas de cueca no local.

Daniel enviou fotos para amigos enquanto estava na cama do casal Brittes. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Em dezembro de 2018, a Justiça negou um pedido de prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica feito pela defesa de Cristiana. Na ocasião, os advogados fizeram a solicitação sob pretexto de que ela precisava cuidar da filha de 11 anos que está com os avós maternos.

Veja quem são os outros denunciados no caso Daniel:

Ao todo, sete pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) pelo assassinato do jogador. 

Edison Brittes (38 anos): homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual e corrupção de menor e e coação no curso do processo;

Cristiana Brittes (35 anos):  homicídio qualificado por motivo torpe, coação do curso de processo, fraude processual e corrupção de menor;

Allana Brites (18 anos): coação no curso do processo, fraude processual e corrupção de menor;

Eduardo da Silva (19 anos): homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual e corrupção de menor;

Ygor King (19 anos):  homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual e corrupção de menor;

David Willian da Silva (18 anos):  homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual, corrupção de menor e denunciação caluniosa;

Evellyn Brisola (19 anos):  denunciação caluniosa, fraude processual, corrupção de menor e falso testemunho.

INDICIADOS PELO MP-PR POR ENVOLVIMENTO NO ASSASSINATO DO JOGADOR DANIEL. (INFOGRÁFICO: LUANA SILVERIO) 

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 3,0

  • Comentário via facebook