Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Namorado de Allana

Morte Daniel: suspeitos de envolvimento no assassinato prestam depoimento

David Willian da Silva e Ygor King estavam na casa da família Brittes participando do ‘after’ após o aniversário de Allana Brittes

Autor: Redação RIC Mais
Os jovens são suspeitos de ter ajudado Edison Brittes Júnior a matar o jogador Daniel (Foto: Almir Junior/RICTV Curitiba)
Os jovens são suspeitos de ter ajudado Edison Brittes Júnior a matar o jogador Daniel (Foto: Almir Junior/RICTV Curitiba)

Os jovens suspeitos de envolvimento na morte do jogador Daniel Corrêa, de 24 anos, devem prestar depoimento na manhã desta sexta-feira (9) na delegacia de São José dos Pinhais. David Willian da Silva, de 18 anos, e Ygor King, de 19 anos, estavam na casa da família Brittes participando do ‘after’ após o aniversário de Allana Brittes.

Os interrogatórios estão previstos para começar às 10h em Curitiba. Eduardo Henrique da Silva, de 19 anos, primo de Cristiana Brittes, também deve ser ouvido em Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná. Os três jovens são suspeitos de ter ajudado Edison Brittes Júnior a matar o jogador Daniel.

Transferência da família Brittes

Nesta quinta-feira, Allana e Cristiana realizaram o exame de corpo de delito e foram transferidas para a Penitenciária Feminina de Piraquara. Já o assassino confesso foi transferido para o Centro de Triagem 1 da Polícia Civil.

Cristiana, Edison e Allana estão presos pela morte do jogador

Família de jogador presta depoimento

A tia de Daniel Corrêa Freitas, assassinado no dia 27 de outubro, e uma prima prestaram depoimento nesta quinta-feira (8), na delegacia de Polícia Civil de São José dos Pinhais. A família veio de Conselheiro Lafaiete, em Minas Gerais, para auxiliar no esclarecimento do crime.

Depoimento de Edison Brittes

Edison prestou depoimento por seis horas à Polícia Civil, na Delegacia de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, nesta quarta e mudou a versão dos fatos que inicialmente havia apresentado. Conforme o documento, quando flagrado na cama do casal, o jogador Daniel teria pedidos desculpas. “Desculpa, não sei o que eu tô fazendo aqui, não sei o que está acontecendo”, foram as palavras que segundo o suspeito, o ex-Coritiba teria dito.

Assassino confesso de matar o jogador Daniel Corrêa conta como cometeu o crime
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Depoimento de Allana Brittes

Allana Brittes, filha do suspeito de matar o jogador, prestou depoimento na tarde da última segunda-feira, cinco de novembro de 2018. No interrogatório, ela mudou a primeira versão e afirmou que conhecia Daniel há um ano e cinco meses, além de contar que o pai a orientou para inventar a história de que o Daniel Corrêa havia saído da residência após o 'after' pelo portão, sem avisar onde iria, e tomado rumo desonhecido.

Depoimento de Cristiana Brittes

A mulher do assassino confesso, Cristiana Brittes, passou por interrogatório na última terça-feira, dia seis de novembro de 2018, e afirmou que não conhecia o jogador, mas já tinha visto o rapaz em um evento familiar anterior, na festa de 17 anos da filha Allana. No relato, Cristiana ainda contou que não pode dizer com clareza quem agrediu Daniel, já que pediu apenas para o ajudarem.

Jovem encontra corpo de Daniel em matagal

A equipe da RICTV | Record TV convesou com o jovem que encontrou o corpo do jogador Daniel em meio a plantação de pinus. Ele contou que nunca irá esquecer a cena que viu, assista!

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 4,0

  • Comentário via facebook