Curitiba

Briga entre torcedores do Coritiba e do Corinthians deixa sete feridos

Um corintiano teve traumatismo craniano e está internado em estado grave; o confronto entre as torcidas começou por volta das 8h30, nos arredores do Estádio Couto Pereira

Jonathan José Gomes Souza da Silva teve traumatismo craniano e está em estado grave (Foto: WhatsApp)

Jonathan José Gomes Souza da Silva teve traumatismo craniano e está em estado grave (Foto: WhatsApp)

Jonathan José Gomes Souza da Silva teve traumatismo craniano e está em estado grave (Foto: WhatsApp)
O torcedor corintiano foi agredido no meio da rua (Foto: WhatsApp)
A confusão começou quando dois ônibus da torcida corintiana passou nos arredores do Couto Pereira (Foto: WhatsApp)

Um a confusão generalizada no entorno do Estádio Couto Pereira deixou, pelo menos, sete pessoas feridas, na manhã deste domingo (18), no bairro Alto da Glória, em Curitiba. A briga envolvendo torcedores do Coritiba e do Corinthians começou por volta das 8h30, quando dois ônibus com membros da torcida do time paulista passaram nas proximidades do estádio.

O corintiano Jonathan José Gomes Souza da Silva está em estado grave. Ele foi levado para o Hospital do Trabalhador e, de acordo com informações passadas pelo o delegado Clóvis Galvão, da Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos (Demafe), encontra-se em estado gravíssimo, devido a um traumatismo craniano. 

Imagens divulgadas na internet mostram o momento em que torcedores do Coxa “arrancam” Djonatan de dentro do coletivo e começam a espancá-lo no meio da rua. As cenas são fortes: 

 

Um torcedor do Coritiba foi preso dentro do estádio, acusado de envolvimento na agressão contra o corintiano.

Veja também
Briga entre torcidas termina com casas invadidas em Curitiba

Envie seu comentário

Comentários (0)

Roubo de carro dá início a perseguição policial em Curitiba

Carro foi roubado do pátio de um supermercado na Avenida das Torres; helicóptero da PM ajudou na perseguição

Perseguição terminou próximo à Rodoferroviária de Curitiba (Foto: Clemar Malmann/RICTV Curitiba)

*Com informações da repórter Taís Santana, da RICTV Curitiba

Um Honda Civic preto foi roubado na tarde deste sábado (17) em Curitiba, dando início a uma perseguição policial pelas ruas da capital. O dono do carro foi abordado pelo criminoso no estacionamento de um supermercado na Avenida das Torres, no bairro Uberaba.

Testemunhas acionaram a Polícia Militar que rapidamente localizou o suspeito e iniciou a perseguição. A ação da polícia contou com o apoio do helicóptero da corporação. 

O bandidos seguiu com o carro em direção a Rodoferroviária de Curitiba, e acabou se entregando na Avenida Dário Lopes dos Santos, no bairro Cristo Rei, onde foi preso. Durante o trajeto, o homem bateu contra vários veículos, inclusive uma viatura da Polícia Militar.

Houve troca de tiros, mas ninguém ficou ferido. Assita ao vídeo de quando o bandido se entregou e foi preso:

Vídeos: Ricardo Jorge Vieira, colaboração RIC Mais

Veja também:

Criança fica ferida em acidente provocado por motorista embriagado

Cerca de 30 pessoas são feitas reféns durante assalto a lanchonete

Envie seu comentário

Comentários (0)

Cerca de 30 pessoas são feitas reféns durante assalto a lanchonete

Três rapazes e um adolescente foram detidos após a libertação dos reféns; polícia apreendeu uma pistola com o grupo

Grupo roubou pertences pessoas das vítimas e agrediu pelo menos três pessoas (Foto: Eliandro Piva/RICTV Londrina)

Clientes e funcionários de uma lanchonete foram mantidos reféns durante um assalto na madrugada deste sábado (17) em Londrina, na região norte do Paraná. Três pessoas foram presas e um adolescente foi apreendido após as negociações.

Segundo a Polícia Militar, o caso foi registrado por volta das 5h da manhã. Cerca de 30 pessoas ficaram em poder dos assaltantes durante cerca de uma hora e pelo menos três ficaram feridas.

De acordo com testemunhas, os quatro suspeitos anunciaram o assalto e agrediram três reféns durante a ação. Um dos clientes conseguiu chamar a Polícia Militar.

Após a libertação dos reféns, os suspeitos foram presos. Com eles, a polícia encontrou vários celulares, relógios, carteiras e R$ 1,5 mil em dinheiro. Uma pistola também foi apreendida com o grupo.

Envie seu comentário

Comentários (0)