Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

tiroteios e ataques

Brasil reúne histórico recente de tragédias em escolas

Tragédias envolvendo tiroteios e ataques em escolas são contabilizados na história recente do país. O episódio registrado hoje na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande de São Paulo, junta-se a outros.

Autor: Agência Brasil
Episódios registrados em GO, RJ, PB e SP.(Foto: Record TV)
Episódios registrados em GO, RJ, PB e SP.(Foto: Record TV)

Tragédias envolvendo tiroteios e ataques em escolas são contabilizados na história recente do país. O episódio registrado hoje na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, na Grande de São Paulo, junta-se a outros. 

Conforme matérias publicadas pela Agência Brasil, o caso mais recente ocorreu no Colégio Goyases, em Goiânia, quando adolescente de 14 anos assediado por bullying matou dois colegas de 13 anos e feriu outros com a arma da mãe, Policial Civil.

Jovem teria se inspirado em atentado nos EUA

Na apuração das razões do crime, o autor dos disparos disse à polícia que se inspirou no atentado ocorrido em 1999 na escola de Columbine (Estados Unidos), com quinze mortos e 24 feridos, e no massacre ocorrido em Realengo, no subúrbio carioca, em 2011 – quando um adulto (23 anos) efetuou mais de 60 disparos e matou 12 crianças na escola municipal Tasso da Silveira.

Os dois casos são os que registram os maiores números de vítimas. No mesmo ano do episódio em Realengo, uma criança de 10 anos em São Caetano do Sul (SP) atirou em sua professora (4ª série) e depois se matou. Em abril de 2012, um adolescente de 16 anos da cidade de Santa Rita (PB) atirou em três alunas quando tentava acertar um outro estudante.

Há registro de mortes de estudantes também por arma branca, como o assassinato por facada contra um adolescente por um colega de sala em uma escola rural em Corrente (PI).

Jovens invadem escola e atiram contra alunos

Dois atiradores entraram na Escola Estadual Professor Raul Brasil, na manhã desta quarta-feira (13), em Suzano, a 50 km de distância de São Paulo, e dispararam contra estudantes e uma funcionária. Dez jovens morreram e 23 ficaram feridos.

Veja imagens do massacre que já soma dez vítimas

Segundo relatos, os homens teriam atirado contra adolescentes e a diretora da escola; policiais militares da 1ª Cia do 32º Batalhão estão no local. Segundo informações da PM, os atiradores estavam encapuzados, e invadiram a escola efetuando os disparos

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

  • Comentário via facebook