Curitiba

Atirador fere três em bar na região de Londrina; confira imagens

Homem teria chego atirando a pé em direção a um bar

Vítima precisou ser transferida de helicóptero para o Hospital Universitário em Londrina (Foto: Eliandro Piva/RICTV)

Um atirador feriu três homens na tarde desta segunda-feira (12) em um bar na cidade de Jataizinho, na Região Metropolitana de Londrina, na região norte do Paraná.

Uma das vítimas, com ferimentos gravíssimos, precisou ser transferida de helicóptero para o Hospital Universtiário em Londrina. As outras duas vítimas foram socorridas para o Hospital São Camilo e não correm risco de morte.

De acordo com informações repassadas pela Polícia Militar ainda no local, um homem teria chego atirando a pé. Ainda segundo a PM, as vítimas teriam passagens pela polícia. Assista à reportagem:

Leia mais:

Envie seu comentário

Comentários (0)

Adolescente é apreendida suspeita de matar a madrasta em GO

Castigo foi imposto pelo pai a pedido da madrasta depois de a jovem ter levado o celular para a escola

Madrasta ficou internada no Hospital de Urgências de Anápolis (Huana) (Foto: Reprodução/GoogleMaps)

Uma adolescente de 15 anos é a principal suspeita de ter matado a madrasta a marteladas. Ela foi apreendida após confessar o ato infracional por motivo de vingança, pois o pai e a madrasta teriam retirado o celular depois de um caso de desobediência. O caso aconteceu em Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia, na segunda-feira (6).

De acordo com as investigações, o castigo foi imposto pelo pai a pedido da madrasta depois de a jovem ter levado o celular para a escola. Inconformada, a menor disse que mataria o pai. No entanto, no dia do fato, ele saiu mais cedo para o trabalho.

A madrasta levou ao menos cinco marteladas enquanto dormia. A jovem chamou o socorro e alegou que a madrasta teria sofrido um ataque de um terceiro, mas depois confessou o ato durante o depoimento.

Leia mais:

 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Filha pede socorro e mãe evita estupro

Mãe escutou os gritos da criança e localizou a menor com parte das roupas arrancadas

Criança foi levado para um milharal (Foto: Ilustrativa/Pixabay)

O pedido de socorro de uma menina de 8 anos evitou que ela fosse estuprada na noite de domingo (11) em Ivaí, cidade a 100 quilômetros de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná.

A menina estava brincando em frente de casa quando foi convidado por um homem para ir até um milharal.

A mãe escutou os gritos da criança e localizou a menor com parte das roupas arrancadas. Ela não conseguiu identificar o homem, que fugiu pela platanção, mas a criança repassou características que devem ajudar na investigação da polícia. 

Leia mais:

 

 

 

Envie seu comentário

Comentários (0)