Curitiba

Adolescente é apreendida suspeita de matar a madrasta em GO

Castigo foi imposto pelo pai a pedido da madrasta depois de a jovem ter levado o celular para a escola

Madrasta ficou internada no Hospital de Urgências de Anápolis (Huana) (Foto: Reprodução/GoogleMaps)

Uma adolescente de 15 anos é a principal suspeita de ter matado a madrasta a marteladas. Ela foi apreendida após confessar o ato infracional por motivo de vingança, pois o pai e a madrasta teriam retirado o celular depois de um caso de desobediência. O caso aconteceu em Anápolis, a 55 quilômetros de Goiânia, na segunda-feira (6).

De acordo com as investigações, o castigo foi imposto pelo pai a pedido da madrasta depois de a jovem ter levado o celular para a escola. Inconformada, a menor disse que mataria o pai. No entanto, no dia do fato, ele saiu mais cedo para o trabalho.

A madrasta levou ao menos cinco marteladas enquanto dormia. A jovem chamou o socorro e alegou que a madrasta teria sofrido um ataque de um terceiro, mas depois confessou o ato durante o depoimento.

Leia mais:

 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Filha pede socorro e mãe evita estupro

Mãe escutou os gritos da criança e localizou a menor com parte das roupas arrancadas

Criança foi levado para um milharal (Foto: Ilustrativa/Pixabay)

O pedido de socorro de uma menina de 8 anos evitou que ela fosse estuprada na noite de domingo (11) em Ivaí, cidade a 100 quilômetros de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná.

A menina estava brincando em frente de casa quando foi convidado por um homem para ir até um milharal.

A mãe escutou os gritos da criança e localizou a menor com parte das roupas arrancadas. Ela não conseguiu identificar o homem, que fugiu pela platanção, mas a criança repassou características que devem ajudar na investigação da polícia. 

Leia mais:

 

 

 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Cantor relata tentativa de roubo a caminhão do Capital Inicial no Rio

Em outro relato, Dinho conta que na chegada ao Rio, viu uma troca de tiros em frente ao ônibus

Bandidos tentaram roubar caminhão, disse cantor Reprodução/Facebook/Dinho Ouro Preto)

*Do R7

O cantor Dinho Ouro Preto, vocalista da banda Capital Inicial, relatou em sua rede social que um caminhão da banda foi roubado no domingo (11), na avenida Brasil, uma das vias mais importantes da cidade. Segundo o relato do músico, o caso aconteceu por volta das 7h.

“Pararam nosso caminhão e apontaram uma arma pra nosso motorista. Levaram o caminhão para um local onde entraram no baú armados com fuzis. Viram q não dava pra levar o equipamento porque era muito pesado, então assaltaram o motorista e liberaram a carga....”

Em outro relato, Dinho conta que na chegada ao Rio, viu uma troca de tiros em frente ao ônibus da banda, que estava no Rio para se apresentar em um camarote na Sapucaí. Segundo ele, um motoqueiro “deu quatro tiros no que parecia ser um ladrão. Isso a 30 metros da frente do ônibus”.

Na volta, o cantor disse ainda que viu um outro corpo estendido no meio da avenida Brasil. 

R7 está em contato com as polícias Civil e Militar para saber se houve registro dos casos divulgados pelo músico.

Leia mais:

 

Envie seu comentário

Comentários (0)