Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Compra de terreno

Beto Richa e mulher se tornam réus por lavagem de dinheiro pela Lava Jato

Além do casal, um dos filhos, André Richa, e o contador de Fernanda, Dirceu Puppo, também se tornaram réus na Operação Lava Jato

Autor: Redação RIC Mais
Fernanda Richa é denunciada por lavagem de dinheiro. (FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)
Fernanda Richa é denunciada por lavagem de dinheiro. (FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM)

A denúncia por lavagem de dinheiro conta o ex-governador Beto Richa e a ex-primeira dama Fernanda Richa, foram aceitas pela Justiça Federal nesta quarta-feira (13). Além do casal, um dos filhos, André Richa, e o contador de Fernanda, Dirceu Puppo, também se tornaram réus na Operação Lava Jato.

Fernanda Richa é denunciada pelo MPF

Fernanda Richa, esposa do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), foi denunciada por lavagem de dinheiro na compra de um terreno de luxo, no processo que apura irregularidades ocorridas nos contratos de pedágio do estado. O pedido de inclusão do nome da ex-primeira dama na denúncia foi feito pela operação força-tarefa Lava Jato, do Ministério Público Federal (MPF), nesta segunda-feira (11).

A defesa de Beto Richa e de Dirceu Pupo dizem que, por enquanto, preferem não se manifestar sobre o assunto. Já a defesa de Fernanda e André Richa afirmando que é evidente a situação de excesso de acusações. Leia na íntegra: "O Ministério Público Federal acusou o próprio filho do ex-governador para atingi-lo. Após o protesto de Fernanda, resolve acusá-la também. É evidente a situação de excesso de acusação e profunda injustiça. A defesa de Fernanda Richa confia no poder judiciário, que certamente saberá evitar que maiores prejuízos se produzam, pois não cometeu qualquer ilegalidade e refuta as acusações falsas criadas contra ela”.

Filho de Beto Richa é denunciado

No fim de janeiro, Beto, André Richa, um dos filhos do casal, e o contador da família Dirceu Pupo Ferreira já haviam sido denunciados por lavagem de dinheiro na compra do terreno. Na ocasião, o MPF afirmou que Fernanda não iria ser denunciada embora existissem indícios de sua participação, no entanto, agora, após outras análises, foi solicitada a inserção de seu nome na mesma ação. 

Operação Integração

A Justiça aceitou a denúncia e o ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) se tornou réu por organização criminosa e corrupção passiva pela Operação Integração no dia 11 de fevereiro de 2019. A operação investiga o pagamento de propina para Carlos Alberto Richa e outros agentes públicos por empresas de pedágio no Paraná. Outras nove pessoas também foram denunciadas pelos mesmos crimes.

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

  • Comentário via facebook