Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Além de contador

Beto Richa e filho são denunciados por lavagem de dinheiro pela Lava Jato

Os procuradores afirmaram que um dos destino de parte da corrupção recebida por ele, era a incorporação de dinheiro ao patrimônio de familiares, com atos de lavagem de dinheiro na aquisição de imóveis

Autor: Redação RIC Mais
Beto Richa é denunciado pelo MP-PR. (Foto: Paulo Fischer/RICTV Curitiba)
Beto Richa é denunciado pelo MP-PR. (Foto: Paulo Fischer/RICTV Curitiba)

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB), André Richa e Dirceu pupo foram denunciados pela força-tarefa da Operação Lava Jato por lavagem de dinheiro na compra de um terreno em um condomínio nesta terça-feira (29). A compra aconteceu em 2012.

Beto Richa denunciado por lavagem de dinheiro

Os procuradores afirmaram que um dos destino de parte da corrupção recebida por ele, era a incorporação de dinheiro ao patrimônio de familiares, com atos de lavagem de dinheiro na aquisição de imóveis -na segunda denúncia contra o ex-governador.

A empresa ‘Ocaporã Administradora de Bens’ pertence à Fernanda Richa e dois filhos do casal: André e Marcello Richa. Já Pupo, atuava como administrador, segundo o Ministério Público Federal (MPF). Ainda segundo a força-tarefa, neste momento do processo, Fernanda não irá ser denunciada, embora existam indícios da participação dela no caso.

Ex-governador denunciado por corrupção em pedágios

Na última segunda-feira (28), o ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) e outras 32 pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal (MPF) à Justiça por corrupção nos contratos de pedágios do Paraná. Entre eles, está Pepe Richa, irmão de Beto, e seis ex-presidentes de empresas concessionárias. As investigações fazem parte da 58ª fase da Operação Lava Jato

Richa é acusado de corrupção passiva e de fazer parte de uma organização criminosa em um esquema de propina em contratos de concessão de pedágios. 

Beto Richa é preso pelo MPF

Beto Richa (PSDB), ex-governdor do Paraná, teve a prisão preventiva cumprida na manhã do dia 25 de janeiro de 2019, em um desdobramento da 'Operação Integração'. A prisão foi decretada pelo juiz Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba. Além de Carlos Alberto Richa, Dirceu Pupu Ferreira também foi preso preventivamente. O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF), após investigações da concessão de rodovias do Paraná.

Filho de Richa recebeu R$ 2,5 milhões

Segundo a decisão do MPF, as investigações revelaram que André Richa, filho do ex-governador, foi beneficiado com pelo menos R$ 2,5 milhões com recursos recebidos em dinheiro vivo, que foram usados para aquisição de, pelo menos três imóveis. Já Dirceu Pupu Ferreira, era considerado um homem da família, e mantinha relação próxima com os operadores Luiz Abi Antoun e Jorge Atherino, recebendo valores desta pessoa para usar em proveitos de familiares do ex-governador. 

Beto Richa preso na 'Rádio Patrulha'

No dia 11 de outubro de 2018, Beto Richa e sua mulher, Fernanda Richa, foram presos em uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco). 'Rádio Patrulha' faz parte das investigações sobre o Programa Patrulha Rural, que recupera rodovias rurais.

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

  • Comentário via facebook