Olá {{nome}}
Logout

artilheiros

Kane ou Lukaku: um deles levará a 'chuteira de ouro' da Copa-2018

Camisa 10 da Inglaterra é artilheiro com 6 gols; já o 9 da Bélgica tem 4; esta é uma das atrações da disputa pelo 3º lugar da Copa

Autor: Do Lance, via R7
Lukaku e Kane disputam a artilharia. Inglês tem boa vantagem. (Foto: AFP)

Inglaterra e Bélgica decidem, neste sábado, na Arena São Petersburgo, às 11h (de Brasília) quem terminará em terceiro lugar na Copa do Mundo da Rússia.

Para a Inglaterra, o jogo pode valer uma vitória contra “um dos grandes”, como disse o treinador Southgate. Para o técnico belga Roberto Martínez - que vê seu time como o favorito- esta é a chance da atual geração mostrar que deu um passo à frente e seguirá cada vez mais forte para as próximas competições.

E, especialmente, este será um duelo particular entre dois artilheiros: o inglês Harry Kane e o belga Romelu Lukaku.

Um deles ficará com a 'Chuteira de Ouro' na Rússia-2018. Kane, que defende o Tottenham, é o principal goleador, com seis gols. Lukaku, do Manchester United, é o único vice-artilheiro ainda vivo na competição, com quatro.

Contra os dois pesa o fato de que, embora tenham jogado bem toda a competição, a eficácia na hora do arremate caiu nas fases decisivas. Os quatro gols de Lukaku foram feitos nos dois primeiros jogos, contra Panamá e Tunísia. Depois, muita luta, jogo dinâmico (como o torcedor brasileiro viu bem na eliminação da Seleção nas oitavas) e gol zero para este jogador de 25 anos e que já tem 40 tentos pelos Diabos Vermelhos. Kane começou com tudo. Dois gols na Túnisia, três sobre o Panamá e mais um em cima da Colômbia. Depois a fonte secou contra Suécia e Croácia.

Leia também: Jogo que brinca com as quedas de Neymar é a nova mania da internet

- Será ainda mais relevante para Kane ganhar a Chuteira de Ouro depois dos sacrifícios que fez, principalmente aceitar ter ficado de fora de um dos jogos. E ele merece, pois teve algumas atuações excepcionais - disse o treinador Gareth Southgate na coletiva desta sexta-feira que ele tirou o seu atacante na partida da fase de grupos contra a Bélgica, poupando-o para a reta final da competição.

Mas Southgate diz que, embora a premiação vá aumentar ainda mais a relevância da participação inglesa na Rússia, ela não é uma prioridade.

- Quero que o Harry seja o artilheiro, mas fora isso, a questão do prêmio individual não interessa. No futebol o pensamento é sobre como vencer um time e não como fazer um jogador terminar como artilheiro. E muito mais do que ver Harry como o top é ver a Inglaterra vencendo este grande time que é a Bélgica, seja com gol dele, ou não. O que vale é lutarmos para terminar em terceiro.

Na sua resposta para a pergunta se a Bélgica trabalharia para que Lukaku conseguisse superar Kane na artilharia, o treinador Roberto Martinez fez um discurso quase igual ao do comandante inglês:

Leia também: França multicultural se une pelo bi: 'Seleção representa a diversidade'

- Lukaku é um atacante incrível. Forte, concentrado, de altíssimo calibre, o maior goleador da nossa seleção na história e que entra no jogo para vencer. Mas ele está lá dentro do campo para ajudar o time e não para ganhar prêmios individuais. E sabe disso.

Se os comandantes de Inglaterra dizem que não vão jogar para seus atacantes balançarem as redes, esperemos até o início da partida. Mas a tendência é a de que os dois goleadores não vão querer deixar barato, pois estes 90 (ou 120) minutos valem a inscrição de um deles no panteão dos artilheiros da competição mais importante do futebol.

Curta a página do RIC Mais Paraná no Facebook

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

Política de
comentários

comentários

Leia também:

Furacão na ZR

Tricolor segue no Z4

Campeão Mundial