Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

Campeonato Brasileiro

Atlético-PR empata em 2 a 2 com o líder Corinthians; novo técnico comenta

O novo técnico do Atlético-PR, Fabiano Soares, não pôde ficar no banco de reservas e assistiu ao jogo de um camarote da Arena Corinthians; após a partida, ele analisou a atuação atleticana diante do líder do Campeonato Brasileiro

Autor: Redação RIC Mais e Estadão Conteúdo
O empate contra o Corinthians teve um sabor especial para o volante Otávio: foi dele o segundo gol do Furacão, que fechou o placar, aos 36 minutos do segundo tempo (Foto: Marco Oliveira/Site Atlético-PR)
O Atlético Paranaense enfrentou o Corinthians, nesse sábado (15), e conseguiu um empate em 2 a 2, na casa do líder do Campeonato Brasileiro, a Arena Corinthians. Com um golaço, Jonathan colocou o Furacão na frente, Jô marcou duas vezes, virando para o alvinegro paulista, e Otávio fez o gol que definiu o placar.
 
Com o resultado, a equipe de Parque São Jorge chega aos 36 pontos e aumenta para 28 jogos sua série invicta na temporada. Pelo lado dos atleticanos, o ponto conquistado fora de casa foi muito comemorado, especialmente pelo momento de troca de comando no futebol da equipe.
 
O próximo duelo rubro-negro será na quinta-feira (20), às 21h, contra o Botafogo. Jogando no Caldeirão, o treinador conta com o apoio dos torcedores. “Necessitamos da torcida no próximo jogo contra o Botafogo. Peço que nos empurre, que vai ver um Atlético atrevido, atacando. Vamos mostrar que merecemos estar no Atlético”, finaliza Fabiano Soares.
 
Primeiro tempo
 
O Furacão começou o jogo tocando bem a bola e marcando no campo de defesa do adversário. A primeira chance atleticana surgiu aos 15 minutos, quando Eduardo Henrique foi derrubado por Fagner na entrada da área. Pablo bateu a falta, mas acertou a barreira corintiana.
 
O Rubro-Negro era eficiente na marcação e valorizava a posse de bola. Dessa forma, criou mais uma boa oportunidade aos 25’. Lucho González tabelou com Pablo e tocou para Douglas Coutinho, mas o goleiro Cássio saiu bem do gol e fez a defesa.
 
O Corinthians teve sua melhor chance aos 26’. Marquinho Gabriel acertou um belo chute de fora da área e Weverton fez grande defesa, tirando a bola do ângulo. O time da casa voltou a levar perigo aos 33 minutos, em mais um chute de longe. Gabriel bateu forte e Weverton espalmou.
 
Quando o adversário parecia crescer na partida, o Furacão abriu o placar com um gol de placa de Jonathan. Aos 37 minutos, o lateral atleticano recebeu na direita e partiu para cima da defesa corintiana. Driblou Moisés, Maycon, Gabriel e Pedro Henrique antes de bater cruzado, no cantinho, sem chances para Cássio. Foi o primeiro gol de Jonathan com a camisa rubro-negra.
 
Atrás do placar, o Corinthians partiu para cima e chegou ao empate aos 44’. Maycon recebeu pela esquerda e cruzou para Jô, que apareceu na segunda trave e desviou para o gol.
 
Segundo tempo
 
A segunda etapa começou com o time da casa pressionando e o gol da virada saiu aos 5 minutos. Jô tocou para Maycon, que foi à linha de fundo e devolveu rasteiro para Jô, que dominou na área e bateu no canto direito.
 
O auxiliar técnico Kelly fez a primeira mudança no time rubro-negros aos 13’. Nikão entrou no lugar de Cascardo. Logo em seguida, o time da casa teve uma boa chance com Fagner, que tabelou com Jô e bateu forte, para fora.
 
O Furacão deu a resposta aos 19 minutos. Após uma cobrança de escanteio, Wanderson desviou para Douglas Coutinho, que bateu forte, mas a bola subiu demais e saiu por cima do gol.
 
O Atlético teve mais uma boa chance aos 23’. Nikão tocou na direita para Otávio, que cruzou na cabeça de Douglas Coutinho. Cássio fez boa defesa.
 
O Rubro-Negro teve um pênalti não marcado, aos 29’. Moisés deu um pisão no tornozelo de Jonathan, dentro da área, mas o árbitro Sandro Meira Ricci mandou o jogo seguir.
 
Bem postado em campo, o Furacão chegou ao empate aos 36 minutos. Otávio bateu forte, de muito longe, a bola desviou na cabeça de Balbuena e entrou no cantinho, fora do alcance de Cássio.
 
Após o empate, o time atleticano continuou no ataque, em busca da virada. Aos 38’, foi a vez de Sidcley chutar de fora da área. Desta vez, Cássio conseguiu desviar.
 
Mesmo jogando em casa, era o Corinthians quem jogava no contra-ataque. Em um deles, aos 40’, Jô ficou na cara do gol, mas não conseguiu passar por Weverton. Nos minutos finais, o Furacão segurou a pressão corintiana e garantiu o ponto conquistado no campo do adversário.
 
 
Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Moisés; Gabriel e Maycon; Marquinhos Gabriel (Pedrinho, aos 30’ do 2º tempo), Jadson e Romero (Clayson, aos 41’ do 2º tempo); Jô.
Técnico: Fábio Carille
Gols: Jô, aos 44’ do 1º tempo e aos 5’ do 2º tempo.
 
Avaliação do novo técnico
 
O técnico Fabiano Soares não pôde ficar no banco de reservas do Atlético Paranaense. Ainda sem o registro junto à Confederação Brasileira de Futebol, o novo comandante assistiu ao jogo de um camarote da Arena Corinthians. O auxiliar técnico Kelly esteve novamente à beira do gramado.
 
Porém, ao final da partida, Fabiano analisou a atuação atleticana diante do líder do Campeonato Brasileiro e exaltou o resultado de 2 a 2 em São Paulo. “Enfrentamos uma equipe muito forte. Mas pressionamos muito o Corinthians no campo deles, roubamos bola e tivemos chances de fazer gols. Não ganhamos, mas tivemos um pênalti que o árbitro não marcou e poderia ser a nossa vitória”, destaca.
 
Para o treinador, a postura em São Paulo deve ser levada para todos os jogos da temporada. “Primeira coisa que falei a eles (jogadores) é que estão trabalhando em uma equipe grande. E, por isso, temos que jogar igual em casa e fora. Jogamos contra o líder, que fazia muito tempo que não sofria gols e marcamos duas vezes. A equipe está de parabéns”, disse.
 
Diante do Corinthians, o Furacão teve cinco mudanças em relação ao time que enfrentou o Cruzeiro. “Fiz algumas mudanças para sermos agressivos. São grandes jogadores e preparados para jogar. Queria uma equipe pressionando o adversário e optei por esses jogadores, que corresponderam. Temos que dar os parabéns ao grupo que jogou valente, com a cara do Atlético”, afirmou o técnico rubro-negro.
 
Fabiano Soares comentou também a sensação de não estar à beira do gramado. “E bastante horrível não poder falar diretamente com os jogadores. Também não podemos mandar informações. Então é ruim. Mas o Kelly está nos ajudando muito e jogamos bem. Estamos satisfeitos”.
 
Ficha técnica: Corinthians 2 x 2 Atlético Paranaense
Data: 15/07/2017 [sábado]
Horário: 19h
Local: Arena Corinthians, em São Paulo
Árbitro: Sandro Meira Ricci - SC [FIFA]
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho - SP [FIFA] e Marcelo Carvalho Van Gasse - SP [FIFA]
Quarto árbitro: Alex dos Santos - SC [CBF]
Público pagante: 41.201
Público total: 41.458
Renda: R$ 2.403.003,90
 
Atlético Paranaense: Weverton; Jonathan, Wanderson, Paulo André e Sidcley; Otávio e Eduardo Henrique; Cascardo (Nikão, aos 13’ do 2º tempo), Lucho González (Eduardo da Silva, aos 28’ do 2º tempo) e Douglas Coutinho; Pablo.
Técnico: Kelly
Gols: Jonathan, aos 37’ do 1º tempo, e Otávio, aos 36’ do 2º tempo.
 

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

Política de
comentários

comentários

Leia também:

Tricolor segue no Z4

Campeão Mundial

verde militar