Curitiba

Festeja reúne grandes nomes do sertanejo em Curitiba

Entre as atrações estão Henrique & Juliano, Wesley Safadão e Maiara & Maraisa

A dupla Maiara e Maraisa é uma das mais aguardadas (Foto: Divulgação)

A dupla Maiara e Maraisa é uma das mais aguardadas (Foto: Divulgação)

A dupla Maiara e Maraisa é uma das mais aguardadas (Foto: Divulgação)
Wesley Safadão está entre as atrações do festival (Foto: Divulgação)
Henrique e Juliano levarão seus sucessos para opalco do Festeja (Foto: Divulgação)
Zé Neto e Cristiano prometem animar o público de Curitiba (Foto: Divulgação)
Confira o mapa do evento (Foto: Divulgação)

Os fãs de música sertaneja já têm encontro marcado em novembro. O Festeja 2017 desembarca em Curitiba no dia 11 de novembro e, pela primeira vez, vai ter como palco a Pedreira Paulo Leminski (Rua João Gava, 970). Com realização das produtoras Like Entretenimento, GDO Produções e Workshow, o evento conta com apresentações das duplas Henrique & Juliano, Maiara & Maraisa, Zé Neto & Cristiano, Luiza & Maurílio, Breno & Caio Cesar, e Wesley Safadão.

Sucesso por onde passa, o Festeja encanta o público em diversas regiões do país. O nome do festival veio da união de festa e música sertaneja. Assim nasceu e cresceu o Festeja. Só em 2016 o evento reuniu aproximadamente uma média de 40 mil pessoas por show, nas cidades de Goiânia, São Paulo, Brasília, Vitória, Manaus, São Luís, Boa Vista, Campo Grande, Santos e Fortaleza.

As músicas "Cuida Bem Dela" e "Como É Que A Gente Fica" da dupla Henrique & Juliano, "10%" e "Medo Bobo" de Maiara & Maraisa, “Seu Polícia" de Zé Neto & Cristiano e “Sonhei que tava me casando” de Wesley Safadão são apenas alguns dos hits que vão fazer parte do repertório. 

Na edição de 2017, o Festeja Curitiba inova com novo local e setores exclusivos. A Pedreira Paulo Leminski, palco que recebe grandes apresentações na capital, vai ser a sede da edição curitibana do Melhor Festival Sertanejo do País. Outro diferencial deste ano são os setores, que vão ser divididos entre Arena Festeja, Área VIP, Camarote Baile do Presidente e Backstage. 

Serviço:

Local: Pedreira Paulo Leminski (Rua João Gava, 970 - Abranches, Curitiba)
Data: 11 de novembro - sábado
Atrações: Henrique e Juliano, Maiara e Maraisa, Zé Neto e Cristiano, Wesley Safadão, Luíza e Maurilio e Breno & Caio Cesar
Horários: Abertura - 14h / Início - 16h
Classificação: 16 anos
Menores com idade entre 14 e 15 anos somente terão acesso ao evento acompanhado dos pais ou responsável legal.
Menores com idade entre 16 e 17 anos somente terão acesso ao evento acompanhados por um responsável, desde que maior de 18 anos.
Menores de 14 anos não terão acesso ao evento.
Setores Open Bar: Não será permitida a entrada de menores de 18 anos. O consumo de bebidas alcoólicas por menores de idade é proibido.
Setores:
ARENA FESTEJA
Visão frontal do palco, acesso a Praça de Alimentação, bares e banheiros exclusivos para o setor.
ÁREA VIP
Setor próximo ao Palco, visão frontal do palco, acesso a Praça de alimentação, bares e banheiros.
CAMAROTE BAILE DO PRESIDENTE
O setor encontra-se ao lado direito, visão lateral e frontal no acesso a parte da grade de proteção do palco. Acesso a Praça de Alimentação, bares e banheiros exclusivos para o setor.
BACKSTAGE OPEN BAR/FOOD
Área localizada em frente ao palco. Open Bar de Vodka, Energético, Água, Cerveja, Refrigerante, Whisky e Open food. Além disso, bares e banheiros exclusivos para o setor.
Portadores de necessidades especiais: espaço reservado
Informações: (41) 3057-4772
Ingressos: variam de R$60,00 (meia-entrada) a R$740,00 (inteira), de acordo com o setor e modalidade.
Arena Festeja - R$ 120,00 (Inteira) e R$ 60,00 (Meia-entrada)
Área VIP - R$ 200,00 (Inteira) e R$ 100,00 (Meia-entrada)
Camarote Baile do Presidente - R$ 310,00 (Inteira) e R$ 155,00 (Meia-entrada)
Backstage – Feminino - R$ 640,00 (Inteira) e R$ 320,00 (Meia-entrada)  
Backstage – Masculino - R$ 740,00 (Inteira) e R$ 370,00 (Meia-entrada) 
*Valores sujeito à alteração sem aviso prévio 
- Open Bar setor Backstage: Vodka, Energético, Água, Cerveja, Refrigerante, Whisky
Venda Online: https://goo.gl/79Bi9u
Evento Facebook: https://www.facebook.com/events/1907519499496824/
Realização: Like Entretenimento, GDO Produções e WorkShow

Envie seu comentário

Comentários (0)

‘Sempre sonhei com isso’, diz Alok sobre sucesso mundial

O goianiense Alok, de 26 anos, encontrou um tempinho para bater um papo exclusivo com e contar como anda essa ascensão supersônica que o colocou entre os melhores DJs do mundo

Por que será que Alok caiu no gosto de todas as tribos, agradando a geral? (Foto: Reprodução Instagram)

*Do R7/Por Itaici Brunetti

Alok não para um segundo. O brasileiro com uma das maiores audiências do planeta mal voltou ao país após uma mini turnê nos EUA e já está pronto para se apresentar neste sábado, 4, na festa Cafe De La Musique Sunset, na Fazenda Santa Margarida, em Campinas. Emendando um compromisso no outro, o goianiense de 26 anos encontrou um tempinho para bater um papo exclusivo com o Virgula e contar como anda essa ascensão supersônica que o colocou entre os melhores DJs do mundo, segundo a revista britânica DJ Mag.

“Sempre sonhei com isso, mas não sabia quanto tempo levaria pra alcançar esse resultado”, diz Alok sobre suas conquistas com a música eletrônica. Seus números somam quase 10 milhões de ouvintes mensais nas plataformas digitais, 300 milhões de plays com o hit Hear Me Now, 150 milhões de views no YouTube e 10 milhões de seguidores nas redes sociais. Sem contar os discos de ouro e platina recebidos na Itália e França e a indicação no MTV Europe Music Awards 2017 na categoria de ‘Melhor Artista Brasileiro’. “Certamente não só eu ganho com isso e é isso que me deixa mais satisfeito. A cena eletrônica alcançou os quatro cantos do país [e do mundo] conquistando um novo público que valoriza ainda mais todos que trabalham no segmento, além de despertar o talento de novos artistas”.

No Cafe de La Musique Sunset, os sertanejos Jorge & Mateus são outra grande atração da festa, e para Alok e seu público está tudo bem; hoje em dia quem curte música eletrônica também curte música sertaneja, e vice-versa. “Na verdade, a música como um todo une o público que tem gostos distintos. É esse o nosso papel: unir com a música, conectar todas as tribos“, diz o DJ, e complementa: “Eu já fiz uma parceria com Matheus & Kauan. Outra referência minha é a dupla Jorge & Mateus, que é sensacional“

E por que será que Alok caiu no gosto de todas as tribos, agradando a geral? “Acredito que tenha sido a forma que tudo foi exposto. A internet contribuiu bastante e as pessoas acabaram se identificando não só com a minha música, mas com o Alok mesmo“, diz ele. “Eu nunca quis ser visto só como um artista, mas sempre procurei deixar um legado para a sociedade e para os meus fãs despertando neles sentimentos, dentre eles a solidariedade, pensar no próximo, etc“.

Até no rock n’ roll Alok consegui adentrar, tendo em mãos uma das maiores responsabilidades do gênero: o brasileiro foi convidado a remixar a faixa Gotta Get a Grip, do trabalho solo de ninguém menos que Mick Jagger. “Fiquei desacreditado que tudo aconteceria até ver os arquivos no meu email“, relembra sobre a emoção de trabalhar com o vocalista dos Rolling Stones. “Foi uma coisa muito surreal porque você tem o Mick como referência, meus pais são mega fãs também e parecia muito distante fazer algo com ele, até acontecer. Mick Jagger é mais que um rockstar, é uma referência máxima do rock n’ roll no qual eu tenho máximo respeito”, diz orgulhoso.

Na contramão dos maiores DJs e produtores mundiais, como David Guetta, Calvin Harris e Avicii que possuem álbuns completos lançados do modo tradicional, Alok trabalha de um jeito diferente que está dando mais do que certo: ao invés de álbuns cheios ele tem lançado singles atrás de singles, e um mais sucesso que o outro com Hear Me Now, Never Let Me Go e o recente Big Jet Plane.

O próprio explica o motivo: “Ainda não parei pra pensar em um álbum completo por conta do dinamismo do mercado hoje. As coisas mudaram com a internet e parece ser mais conivente lançar trabalhos no qual eu me dedique mais do que um álbum completo. Mas posso mudar de ideia, quem sabe (risos)“.

Vai, Alok, o mundo é seu!

Leia também:

Envie seu comentário

Comentários (0)

Liam Payne grava clipe de 'Bedroom Floor' com Bella Thorne. Veja as fotos!