Curitiba

Torcedor é baleado e ônibus destruído durante briga após Atletiba

Além da vítima baleada e do ônibus destruído, a briga entre torcedores do Atlético-PR e do Coritiba deixou outras duas pessoas feridas e um cenário de guerra no Batel

Testemunhas afirmam que torcedores do Atlético-PR armaram uma tocaia para um ônibus com torcedores do Coritiba (Foto: Marcelo Borges/RICTV)

Testemunhas afirmam que torcedores do Atlético-PR armaram uma tocaia para um ônibus com torcedores do Coritiba (Foto: Marcelo Borges/RICTV)

Testemunhas afirmam que torcedores do Atlético-PR armaram uma tocaia para um ônibus com torcedores do Coritiba (Foto: Marcelo Borges/RICTV)
Uma pessoa foi baleada e outras duas ficaram feridas (Foto: Marcelo Borges/RICTV)
O ônibus atacado por torcedores na Avenida Sete de Setembro teve pelo menos 30 vidros quebrados (Foto: Marcelo Borges/RICTV)
De acordo com o motorista do ônibus, rojões e bombas foram disparados por torcedores e, em um determinado momento, tiros também foram ouvidos (Foto: Marcelo Borges/RICTV)
O ônibus, que teve mais de 30 vidros quebrados, foi recolhido ao pátio da empresa após a briga entre torcedores do Atlético-PR e do Coritiba (Foto: Marcelo Borges/RICTV)

*Com informações do repórter Marcelo Borges, da RICTV Curitiba

Aconteceu de novo: uma briga entre torcedores do Atlético-PR e do Coritiba deixou um ônibus biarticulado destruído, na noite desse domingo (7), em Curitiba. Após a final do Campeonato Paranaense, passageiros do coletivo  passaram por momentos de terror: uma pessoa foi baleada e outras duas ficaram feridas.

As testemunhas garantem que mais de 20 homens, que seriam torcedores do Atlético Paranaense, aguardavam a chegada do ônibus com os torcedores do Coritiba, na estação-tubo Bento Viana, na Avenida Sete de Setembro, no bairro Batel.

Quem estava dentro do coletivo foi atacado. Muitos desceram do veículo e partiram para cima de quem estava do lado de fora. De acordo com o motorista, rojões e bombas foram disparados e, em um determinado momento, tiros também foram ouvidos.

O Siate foi acionado para atender os feridos, mas agentes da Guarda Municipal também ajudaram a socorrer os feridos. Segundo a Polícia Militar, a vítima baleada foi socorrida, sem risco de morte, por amigos e encaminhado até um hospital não divulgado.

Ainda durante a confusão, um torcedor quebrou um dos braços. Ele foi levado ao Hospital do Trabalhador. O ônibus, que teve mais de 30 vidros quebrados, foi recolhido ao pátio da empresa. Até o final da noite ninguém havia sido preso.

Policial ferido

Dez horas antes da partida entre Atlético-PR e Coritiba, um policial militar teve sua residência invadida por torcedores do Atlético-PR e do Coritiba e foi atingido por uma pedra na cabeça na manhã deste domingo (7), no bairro Sítio Cercado, em Curitiba.

Leia também

Campeonato Paranaense: Coritiba é o campeão de 2017

Maradona anuncia que vai treinar time nos Emirados Árabes

 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Maradona anuncia que vai treinar time nos Emirados Árabes

O craque argentino fez o comunicado em sua página no Facebook neste domingo (7)

Maradona não treinava oficialmente um time desde 2012 (Foto: Reprodução/Facebook)

Diego Armando Maradona está oficialmente de volta a um time de futebol. Em surpreendente anúncio publicado em sua página no Facebookneste domingo (7), o ex-jogador argentino informou que é o novo treinador do Al-Fujairah SC, da segunda divisão do futebol dos Emirados Árabes Unidos.

Um dos maiores jogadores da história do futebol mundial e polêmico por seus inúmeros problemas fora de campo, Maradona não treinava oficialmente um time desde 2012, quando deixou o Al Wasl, também dos Emirados Árabes. 

"Quero contar-lhes que sou o novo diretor técnico do Al-Fujairah SC, da segunda divisão dos Emirados Árabes Unidos. Estas são minhas novas cores", escreveu Maradona ao lado de uma foto, onde segura uma camiseta vermelha e branca com o seu próprio nome, além do número 10.

Campeão da Copa de 1986, após ter uma das mais míticas participações de um jogador durante um Mundial, o ex-atleta de 56 anos teve posteriormente problemas com drogas, aposentou-se e iniciou a carreira como técnico em 1994, no pequeno Deportivo Mandiyu, da Argentina.

Foi, então, no ano seguinte, contratado para dirigir o Racing, mas teve pouco sucesso, surpreendentemente retornou aos gramados e passou mais dois anos atuando pelo Boca Juniors.

Sua carreira como técnico só foi ter reinício em 2008, quando foi chamado para dirigir a seleção argentina. Mas a decepcionante eliminação para a Alemanha nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, após a goleada sofrida por 4 a 0, custou o seu cargo.

Em 2011, por sua vez, ele foi para o Al Wasl, mas novamente não obteve muito sucesso. E, agora, de maneira surpreendente, o argentino retoma a carreira de treinador na segunda divisão do futebol dos Emirados Árabes. Em fevereiro deste ano, o ex-jogador de Napoli, Barcelona e Sevilla, entre outros, havia sido anunciado também como embaixador da Fifa.

Leia também:

Campeonato Paranaense: Coritiba é o campeão de 2017

Envie seu comentário

Comentários (0)

Campeonato Paranaense: Coritiba é o campeão de 2017

Coxa administra vantagem e garante título estadual pela 38ª vez

Jogadores do Coritiba comemoram o título do Campeonato Paranaense 2017 após o empate por 0 a 0 com o Atlético-PR, no Estádio Couto Pereira (Foto: Geraldo Bubniak/Estadão Conteúdo)

O Coritiba quebrou o jejum de quatro anos sem título estadual e colocou a mão da taça neste domingo (7). Após vencer o jogo de ida por 3 a 0, fora de casa, contra o Atlético Paranaense, a equipe de Pachequinho segurou o 0 a 0 no Couto Pereira e conquistou o seu 38º Campeonato Paranaense.

Com a boa vantagem obtida na Arena da Baixada, o Coritiba entrou em campo retrancado, impediu qualquer ímpeto ofensivo do Atlético e ainda criou as melhores chances no primeiro tempo. Depois, com a torcida já em festa, a equipe apenas administrou. O clube não era campeão estadual há três anos - e havia sido vice em 2015 e 2016.

Leia também:

Policial militar é atingido por pedra durante briga de torcedores

Envie seu comentário

Comentários (0)