Curitiba

Paraná administra resultado, empata e elimina Vitória da Copa do Brasil

Próximo adversário do time na competição será um dos oito clubes nacionais que disputam a Copa Libertadores

O goleiro Leo, do Paraná, faz defesa no jogo contra o Vitoria da Bahia (Foto: Joka Madruga, Futura Press, Estadão Conteúdo)

O Paraná deu uma aula de como administrar um resultado nesta quarta-feira. Pelo jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil, o time dirigido pelo técnico Wagner Lopes recebeu o Vitória no estádio Durival de Britto, em Curitiba, e empatou por 0 a 0, garantindo a classificação para as oitavas de final.

Como no jogo de ida o clube paranaense tinha vencido por 2 a 0, em Salvador, a passagem de fase veio com tranquilidade. Agora aguarda o sorteio desta quinta-feira, às 12 horas, na sede da CBF, no Rio, para conhecer o seu próximo adversário. Será um dos oito clubes que disputam a Copa Libertadores: Palmeiras, Santos, Grêmio, Atlético Mineiro, Flamengo, Atlético Paranaense, Chapecoense ou Botafogo.

Precisando vencer para avançar à próxima fase, o Vitória foi para cima dos donos da casa desde o apito inicial, mas encontrou dificuldades nas armações de jogadas. A boa oportunidade veio apenas aos 20 minutos. Após cobrança de falta para a área, Cleiton Xavier cabeceou no canto, mas o goleiro Léo conseguiu uma grande defesa.

A única oportunidade do clube mandante saiu de uma cobrança de falta. Aos 35 minutos, Jhony chutou forte e rasteiro, o goleiro Fernando Miguel saltou e não tocou na bola, mas, para sua sorte, foi para fora.

No segundo tempo, a pressão do Vitória continuou, mas o Paraná levou mais perigo nos contra-ataques. Aos 10 minutos, Renatinho lançou e encontrou Ytalo sozinho dentro da área. O atacante finalizou no gol, mas Fernando Miguel conseguiu defender.

Wagner Lopes montou um verdadeiro paredão na defesa do Paraná e conseguiu segurar o ímpeto dos baianos, que passaram a apostar no chuveirinho. Ao final, o clube de Curitiba só administrou a posse de bola e garantiu a classificação.

Eliminado no Estadual, o Paraná joga as suas fichas na sequência da competição. O Vitória vira a chave e se concentra na Copa do Nordeste. Neste domingo abre as semifinais diante do rival Bahia.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Flamengo deve recorrer de decisão do STF por título brasileiro de 1987

'Nossa posição em obter esse reconhecimento segue firme', disse o vice-presidente jurídico do clube

Torcida do Flamengo em jogo contra o Atlético-PR pela Libertadores (Foto: Celso Pupo, Foto Arena, Estadão Conteúdo)

Em busca de ser considerado como campeão brasileiro de 1987 ao lado do Sport, o Flamengo sofreu nesta terça-feira (18) uma derrota no Supremo Tribunal Federal (STF). A decisão da Primeira Turma do tribunal por 3 votos a 1, contudo, não desanimou o time carioca.

"O Flamengo esperará a publicação da decisão para avaliar se caberá novo recurso. Nossa posição em obter esse reconhecimento segue firme, uma vez que ganhamos o título no campo", disse Flávio Willeman, vice-presidente jurídico do clube.

A discussão para ser legitimado como campeão da competição já dura anos. Após ter sentença desfavorável no Superior Tribunal de Justiça (STJ), o Flamengo recorreu e deu início ao julgamento no STF, em agosto de 2016. Na época, o ministro Marco Aurélio Melo, relator do processo, negou o recurso do clube.

Já no julgamento desta terça, Marco Aurélio, torcedor declarado do clube, voltou a se mostrar contrário ao pedido. Mesma postura adotada pela ministra Rosa Weber. Já Luis Roberto Barroso, que também é flamenguista, votou favorável para a divisão do título de 1987. Pai de Rodrigo Fux, advogado do Flamengo, o ministro Luiz Fux não participou do veredicto para evitar conflito.

Leia também
Neymar admite mágoa com Santos e reitera sonho de atuar pelo Flamengo

Envie seu comentário

Comentários (0)

Atlético e Cianorte se aproximam da final após vitórias no Paranaense

O Furacão venceu o Londrina por 2 a 1 e o Cianorte bateu o Coritiba por 1 a 0

O Cianorte definiu a partida com gol de Eduardinho aos 31 do primeiro tempo. (Foto: Divulgação/Coritiba)

Atlético Paranaense e o Cianorte se deram bem na rodada do fim de semana do Campeonato Paranaense e podem se enfrentar na final se garantirem o empate nos jogos de volta contra o Londrina e o Coritiba respectivamente. 

O Coritiba enfrentou o Cianorte, neste domingo (16), e acabou sofrendo a derrota por 1 a 0, no estádio Albino Turbay. O Cianorte definiu a partida com gol de Eduardinho, aos 31 do primeiro tempo, e saiu na frente em busca da final do Campeonato Paranaense. O Coxa não conseguiu encaixar e, com poucas finalizações, chega ao Couto Pereira em desvantagem.

O Furacão venceu o Londrina e abriu vantagem nas semifinais do estadual. O Atlético dominou o primeiro tempo, fez 2 a 0, com Nikão e João Pedro, e perdeu boas chances para ampliar o placar. O Tubarão cresceu após a metade do segundo tempo e chegou ao gol, com Yaya, que deixa o time alviceleste vivo na briga pela final,  mas não impediu a vitória do rubro-negro. A decisão da vaga será no próximo fim de semana, no Estádio do Café em Londrina.

Leia também: Jogador leva cartão por homenagem ao irmão vítima de tragédia da Chape

 

Envie seu comentário

Comentários (0)