Curitiba

Números: Atlético leva a pior contra o Corinthians na Arena da Baixada

Timão já venceu seis jogos em Campeonatos Brasileiros na casa do rival

Furacão vem de derrota para o Cruzeiro e precisa vencer para buscar a Libertadores (Foto: Miguel Locatelli / Atlético Paranaense)

Após vitória no clássico paulista, o Corinthians visita nesta quarta-feira (8) o Atlético-PR, na Arena da Baixada, motivado para conquista do título do Campeonato Brasileiro. O time do Parque São Jorge vinha de uma sequência de três derrotas e um empate em quatro jogos e agora conta com retrospecto positivo diante do adversário.

Corinthians e Atlético-PR se enfrentaram 42 vezes no Brasileirão. Até o momento, foram 13 vitórias para os alvinegros, 13 para o Furacão e 16 empates. Mas a igualdade fica somente aí, já que das 13 vitórias corintianas, seis foram na casa do rival. 

Os paulistas também são donos da maior goleada. Em 23 de abril de 2004, o time de Itaquera aplicou 5 a 0, no Campeonato Brasileiro. Apesar disso, na competição nacional o rubro-negro marcou mais gols. São 60 tentos, contra 53 do Timão.

O alvinegro é líder do Brasileirão com 62 pontos, seis a mais que o segundo colocado Santos. Já o time de Curitiba é apenas o 11º colocado com 42 pontos.
 
O Furacão vem de derrota para o Cruzeiro, fora de casa, por 1 a 0.
 
Confira a tabela completa do Brasileirão.

Envie seu comentário

Comentários (0)

CBF é punida pela 5ª vez por gritos homofóbicos em jogos da seleção

Torcedores infringiram os artigos 65 e 67 do Código de Disciplina da Fifa

Está difícil educar parte da torcida brasileira em jogos da seleção. (Foto: Thiago Bernardes/Estadão Conteúdo)

*do R7

O mau comportamento de torcedores em jogos da seleção brasileira rendeu mais uma punição à CBF. A Fifa divulgou nesta terça-feira (7) as sanções referentes aos últimos jogos das Eliminatórias e definiu uma multa de 10 mil francos suíços (cerca de R$ 32 mil) pela "conduta imprópria entre os espectadores" no jogo contra o Chile no Allianz Parque.

Trata-se da quinta punição aplicada ao Brasil por gritos homofóbicos de torcedores em jogos em casa. Antes a CBF fora multada em 20 mil francos suíços (R$ 63 mil), 25 mil francos suíços (R$ 79 mil) e duas vezes em 10 mil francos suíços (R$ 32 mil) por gritos de "bicha" nas arquibancadas em Manaus, Natal, São Paulo e Porto Alegre, em jogos contra Colômbia, Bolívia, Paraguai e Equador, respectivamente. Ao todo a Confederação Brasileira de Futebol pagará cerca de R$ 240 mil pela má conduta dos torcedores, que, quase sempre é destinada aos goleiros adversários.  

O Brasil não foi o único punido nesta nova leva de punições anunciadas pela Fifa, relativas às últimas rodadas regulares das Eliminatórias - ainda serão disputados confrontos de repescagem. A sanção mais dura foi aplicada à Sérvia. A federação do país terá que pagar multa de 160 mil francos suíços (R$ 526 mil) por conta de manifestações "políticas e discriminatórias" por parte de sua torcida em jogos contra Áustria e Geórgia, fora e dentro de casa, respectivamente.

Também por conta de gritos homofóbicos, principalmente no momento das cobranças de tiro de meta, foram multados nesta terça-feira: Argentina (R$ 131 mil), Peru (R$ 82 mil), Chile (R$ 65 mil) e México (R$ 32,8 mil).
 
Leia também:

 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Atlético-PR perde e cai duas posições na tabela; Corinthians sela liderança

Furacão foi batido pelo Cruzeiro; Corinthians venceu clássico contra Palmeiras por 3 a 2

Com a derrota, o Furacão caiu duas colocações e agora é o décimo primeiro (Foto: Mauricio Mano / Atlético PR)

Campeão da Copa do Brasil e já classificado à Libertadores da América de 2018, o Cruzeiro não precisou de muito esforço para bater o Atlético-PR neste domingo (5), no Mineirão.

O técnico Mano Menezes mandou a campo o que tinha de melhor e viu o uruguaio Arrascaeta marcar o gol que definiu a vitória por 1 a 0 logo no primeiro tempo. Ele fez o gol da equipe mineira aos 40 minutos, ao receber na área, cortar Wnaderson e dar um chute indefensável.

A Raposa agora soma 51 pontos e se mantém como um dos melhores times da competição. O Furacão, por sua vez, caiu duas colocações e agora é o 11o, com 42 pontos. 

Classificação e jogos

Na próxima rodada o Cruzeiro vai ao Rio de Janeiro encarar o Flamengo, quarta-feira (8), na Ilha do Urubu. Na mesma noite o Atlético-PR abre as portas da Arena da Baixada para receber o líder Corinthians.
 
Jogaço
 
Se antes de a bola rolar para Corinthians e Palmeiras, o discurso adotado pelos jogadores do Verdão era o de "focar no G-4", depois do eletrizante Dérbi disputado no Itaquerão o que poderia ser apenas jogo de cena se transformou em realidade.

Com Clayson e Camacho nos lugares de Jadson e Maycon, o Corinthians voltou a apresentar o futebol que o manteve na liderança desde a quinta rodada do Brasileirão e não deu chances para o guerreiro Palmeiras: 3 a 2 e fim de uma sequência de quatro partidas sem vitória.

O placar foi construído quase todo no primeiro tempo, com gols de Romero, Balbuena e Jô (de pênalti) para o Corinthians, e de Mina, que retornou após longa ausência à zaga palmeirense, para o Verdão. Na etapa final coube a Moisés, após falha de Pablo, marcar o gol mais bonito do clássico e dar números finais ao placar: 3 a 2.

A curiosidade ficou para a comemoração do paraguaio Romero na hora do gol. Ele pegou o próprio celular, que estava com o fotógrafo oficial do clube, e chamou os companheiros para uma selfie histórica.

A vitória levou o Corinthians a 62 pontos na tabela, seis à frente do Santos, novo vice-líder, e oito distante do Palmeiras, que agora praticamente dá adeus à briga pelo título e passa, realmente, a "focar no G-4".

Envie seu comentário

Comentários (0)