Curitiba

Brasil bate Japão com auxílio de vídeo e Neymar inspirado

Recurso foi utilizado para marcar pênalti que abriu caminho da vitória

A se julgar pela facilidade de obtenção do resultado, Tite deve ter dúvidas nas próximas escalações (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

*Do R7

O técnico Tite usou a definição "jogos com cara de Copa" para se referir à sequência de amistosos da seleção brasileira neste mês de novembro diante de Japão e Inglaterra. E foi exatamente isso o que Neymar, Gabriel Jesus e companhia encontraram pela frente na manhã desta sexta-feira (10), na vitória por 3 a 1 sobre o Japão, no estádio do Lille, na França.

Escalado pela primeira vez para atuar em um jogo da seleção brasileira, o árbitro de vídeo entrou em ação no primeiro gol do Brasil. Nicolas Rainville, responsável pelo recurso eletrônico, confirmou ao árbitro principal do jogo, Benoit Bastien, uma infração de Yoshida em cima de Fernandinho. Na cobrança, Neymar abriu o placar logo aos nove minutos.

A arbitragem de vídeo voltou a ser utilizada na etapa final e, como resultado da consulta ao replay, Neymar foi "presenteado" com um cartão amarelo por ter atingido o marcador japonês com uma mão no rosto. O recurso também poderia ter sido usado para anular o único gol japonês no duelo, já que Makino puxou Jemerson na jogada antes de marcar o gol em Cássio, que entrou na etapa final e praticamente se garantiu como terceiro goleiro do grupo na Copa da Rússia.

Neymar teve a chance de marcar o segundo no jogo (seu nono contra o Japão), mas bateu pênalti nas mãos de Kawashima. Marcelo, com um golaço de pé direito, e Gabriel Jesus, complementando cruzamento de Danilo, fizeram os outros gols da seleção brasileira.

Vagas abertas para a Copa?

O Brasil foi escalado com quatro caras novas em relação ao time que costuma começar jogando — Danilo na lateral direita, Jemerson e Thiago Silva na zaga, e Giuliano no meio. No decorrer da partida entraram Cássio, Alex Sandro, Diego Souza, Douglas Costa, Renato Augusto e Taison, que pouco alteraram o panorama da partida.

A julgar pelo resultado construído tão facilmente, as dores de cabeça do técnico Tite para fechar o restante da delegação que tentará o hexa na Copa da Rússia tendem a aumentar.

A seleção volta a campo para mais um amistoso "com jeitão de Copa" na próxima terça-feira (14), diante da Inglaterra, em Wembley, às 18 horas (horário de Brasília). Para esse duelo, Dani Alves, Miranda, Marquinhos e Philippe Coutinho podem voltar ao time titular.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Reformulado, Brasil enfrenta Japão em contagem regressiva para Copa

Reformulado, Brasil enfrenta Japão em contagem regressiva para Copa

Treino da seleção brasileira no estádio Pierre Mauroy, em Paris (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Faltam seis meses para a Copa do Mundo. Nesse período, as oportunidades para os torcedores brasileiros assistirem à seleção jogar serão escassas. Nesta sexta-feira (10), o time de Tite encara o Japão, em amistoso na cidade de Lille, no primeiro dos quatro compromissos da equipe antes do Mundial na Rússia.

Com pouco tempo para testes, o técnico Tite promoverá a entrada de jogadores que vinham sendo chamados, mas costumavam ficar no banco de reservas. Danilo, Jemerson e Giuliano serão novidades na escalação canarinho para pegar os japoneses. Philippe Coutinho, lesionado, é ausência e dá lugar ao meia do Fenerbahçe.

O Brasil deve entrar em campo com a seguinte formação: Alisson; Danilo, Thiago Silva, Jemerson e Marcelo; Casemiro, Fernandinho, Giuliano e Willian; Gabriel Jesus e Neymar.

A partida acontece no estádio Pierre Mauroy, em Lille. No gramado francês, a seleção encara um adversário que pode cruzar seu caminho na Copa do Mundo, mesmo critério adotado na escolha dos outros três rivais de amistosos - Inglaterra, Alemanha e Rússia. 

O duelo desta sexta contará com o árbitro de vídeo, algo inédito em jogos da seleção brasileira. Tite é defensor da aplicação do método no futebol.

Taffarel castiga goleiros em treino da seleção. Assista!

Envie seu comentário

Comentários (0)

Coritiba empata com Fluminense e fica 3 pontos fora do rebaixamento

Coritiba perdia por 2 a 1 mas conseguiu reagir e empatar no Maracanã

Próximo jogo do Coxa é contra a Ponte Preta, no Couto Pereira (Foto: Departamento de Comunicação CFC)

O Fluminense chegou a ensaiar uma virada na noite desta quinta-feira (9), no Maracanã, mas deixou o Coritiba empatar: 2 a 2. O resultado na 33ª rodada está longe do ideal para equipes que ainda não se livraram completamente da ameaça de rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro.

Classificação e jogos

Com o resultado, o Tricolor alcançou a 12ª colocação, com 43 pontos, quatro a mais que o Coxa, na 15ª posição. Na próxima rodada, o Fluminense pega o Cruzeiro no Mineirão; também no domingo (12), o Coritiba enfrenta a Ponte Preta, no Couto Pereira.

Agora, o Coritiba tem 39 pontos, três a mais que o Sport, já na zona de rebaixamento. Faltam cinco jogos para o final do campeonato.

As duas equipes começaram a partida em ritmo lento. Tanto que o primeiro gol saiu só aos 43 minutos, com o zagueiro Werley. No início segundo tempo, o também zagueiro Cléber Reis fez contra e, sem querer, começou o que seria a virada do Flu. Dois minutos depois, Henrique Dourado marcou seu 17º gol na competição.

O mesmo Cléber Reis, no entanto, tratou de se redimir da falha e garantiu o empate para os visitantes ao 24 minutos do segundo tempo. O gol acabou com as pretensões do Fluminense e pôs os 9.597 pagantes contra o próprio time.

Ficha Técnica

Fluminense 2 X 2 Coritiba
Local: Maracanã - Rio de Janeiro - RJ

Coritiba: Wilson, Léo, Werley, Cleber Reis, Thiago Carleto, Jonas, Alan Santos, Tiago Real (Dodô), Yan Sasse (Getterson), Rildo (Kleber) e Henrique Almeida 
Técnico: Marcelo Oliveira 
Banco: Rafael Martins, Dodô, William Matheus, Márcio, Edinho, Matheus Galdezani, Daniel, Getterson, Kleber, Keirrison e Filigrana

Fluminense: Diego Cavalieri, Lucas (Matheus Alessandro), Renato Chaves , Henrique , Marlon, Mateus Norton (Wendel ), Douglas , Gustavo Scarpa , Sornoza , Marcos Junior (Wellington Silva ) e Henrique Dourado 
Técnico: Abel Braga 
Banco: Julio Cesar , Wellington Silva , Orejuela , Romarinho , Marlon Freitas , Matheus Alessandro, Pedro, Luquinhas , Wendel , Reginaldo e Diogo

Gols:
Werley (Coritiba) - aos 43 minuto(s) do 1º Tempo 
Cleber Reis (Coritiba), Contra - aos 9 minuto(s) do 2º Tempo 
Henrique Dourado (Fluminense) - aos 11 minuto(s) do 2º Tempo 
Cleber Reis (Coritiba) - aos 24 minuto(s) do 2º Tempo 

Cartões:
Amarelos: Henrique Dourado (Fluminense)Rildo (Coritiba), Tiago Real (Coritiba), Matheus Galdezani (Coritiba), Getterson (Coritiba) 
Vermelhos: Não houve

Público Pagante: 9.597
Público Total: 10.908

Renda: R$ 195.785,00

Envie seu comentário

Comentários (0)