Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

5 a 0

Brasil goleia El Salvador com recorde de Neymar e gols de Richarlison

Camisa 10 do Brasil chegou ao 92º jogo pela seleção, superando marca de Pelé. Richarlison estreou como titular e marcou 2 nesta terça (10), nos EUA

Autor: R7
Neymar chegou ao 59º gol com a camisa do Brasil na goleada sobre El Salvador (Foto: Geoff Burke-USA TODAY Sports - 11.9.2018)
Neymar chegou ao 59º gol com a camisa do Brasil na goleada sobre El Salvador (Foto: Geoff Burke-USA TODAY Sports - 11.9.2018)

O Brasil não teve problemas e goleou a fraca seleção de El Salvador por 5 a 0 nesta terça-feira (11), no estádio FedEX Field, em Washington, no segundo amistoso disputado pela seleção nacional nos Estados Unidos neste mês. Neymar abriu o placar e chegou ao 59º gol com a camisa brasileira.

O atacante Richarlison, do Everton-ING, fez o primeiro gol dele pela equipe principal do Brasil. O jogador havia sido convocado devido à contusão de Pedro, ex-companheiro no Fluminense. Coutinho e Marquinhos completaram a relação de marcadores brasileiros no duelo.
A partida serviu para o técnico Tite fazer uma série de testes com os novos convocados após a Copa do Mundo. O goleiro Neto, o lateral-direito Éder Militão, o zagueiro Dedé e o atacante Richarlison iniciaram o confronto.

Antes do apito inicial, os atletas de Brasil e El Salvador prestaram uma homenagem às vítimas dos atentados às Torres Gêmeas, em Nova York, tragédia ocorrida no dia 11 de setembro de 2001.

O jogo

No primeiro ataque brasileiro, aos 3 minutos, o atacante Richarlison invadiu a área e foi derrubado pelo zaguenro salvadorenho. O árbitro dos Estados Unidos marcou pênalti. Neymar, que completava 92 jogos pela seleção — superando a marca de Pelé (91) — foi para a cobrança e chegou ao 59º gol com a camisa do Brasil. O camisa 10 é o quarto maior artilheiro da histpória da seleção, atrás de Ronaldo (66), Zico (67) e Pelé (77).

Aos 15 minutos, o próprio Neymar deu uma assistência para Richarlison, que estreava com a camisa principal da seleção, chutar colocado e fazer um golaço: 2 a 0. O Brasil continuou impondo o seu ritmo e não tinha dificuldades para superar a defesa salvadorenha. Aos 21 minutos, Neymar aproveitou um passe de Coutinho da linha de fundo, encheu o pé e carimbou a trave superior do goleiro Hernández.

Aos 29, o time brasileiro continuava envolvendo a frágil defesa do país da América Central e chegou ao terceiro gol com Philippe Coutinho, que chutou cruzado da entrada da área. A equipe de El Salvador não oferecia resistência à seleção brasileira. Aos 38, Neymar arrancou sozinho em um contra-ataque, passou pelo goleiro, mas se atrapalhou com a chegada dos zagueiros e foi desarmado.

Em nova arrancada, aos 43 minutos, Neymar caiu na área após encarar a zaga salvadorenha. No entanto, o árbitro norte-americano Jair Marrufo não marcou a penalidade e ainda puniu o capitão brasileiro com um cartão amarelo por simulação.

Segundo tempo

Na volta do intervalo, os salvadorenhos até esboçaram uma reação nos primeiros movimentos, mas não resistiram na primeira investida brasileira. Já o técnico Tite aproveitou para fazer algumas mexidas na equipe. O zagueiro Dedé — que poderá desfalcar o Cruzeiro na semifinal da Copa do Brasil contra o Palmeiras, nesta quarta, em São Paulo — saiu para a entrada do ex-corintiano Felipe. O volante Casemiro foi substituído por Fred.

Aos 5 minutos, Philippe Coutinho tentou fazer fila dentro da área, perdeu a bola, mas Richarlison pegou o rebote e bateu de perna esquerda no contra-pé do goleiro Hernández: 4 a 0. O atacante Everton, do Grêmio, que havia entrado no lugar de Coutinho, acertou a trave direita do goleiro Hernández com um bom chute de fora da área.

Pouco depois, Willian recebeu de Neymar e bateu cruzado, mas o goleiro de El Salvador fez uma boa defesa e impediu o quinto gol brasileiro. Aos 24 minutos, o treinador brasileiro promoveu a estreia do meia Andreas Pereira na seleção. Filho do ex-jogador brasileiro Marcos Antônio Pereira, o atleta do Manchester United nasceu na Bélgica e tem dupla cidadania.

Três minutos depois, Willian foi até a linha de fundo e tentou cruzar para trás. A bola ganhou efeito e assustou o goleiro Hernández. Na parte final do jogo, o Brasil diminuiu a intensidade e parecia gostar do teste para os novos convocados de Tite. Mesmo assim, aos 37 minutos, Everton entrou na área pelo lado direito e bateu rasteiro, mas o goleiro salvadorenho tirou com o pé direito.

Por fim, aos 44, o zagueiro Marquinhos se antecipou após uma cobrança de escanteio pela esquerda e cabeceou para fazer o quinto gol brasileiro.

Próximos jogos

O Brasil voltará a se apresentar no próximo em mais dois amistosos na Arábia Saudita, contra a seleção local e a Argentina, nos dias 12 e 16 de outubro, respectivamente.

Ficha técnica

EL SALVADOR 0 x 5 BRASIL
11/9 – FedEX Field (Washington)
Árbitro: Jair Marrufo (EUA); Público: 27.811; Gols: Neymar, aos 3 minutos, Richarlison, aos 15, Philippe Coutinho, aos 29 do 1º tempo, Richarlison, aos 5 minutos do 2º tempo, Marquinhos, aos 44 do 2º; Cartões amarelos: Alfaro, Orellana (El Salvador); Neymar, Felipe (Brasil)
EL SALVADOR: Henry Hernández; Tamacas, Mendoza, Roberto Domínguez e Barahona; Alfaro (Orellana, aso 35 do 1º), Cerén, Andrés Flores (Castro, aos 27 do 2º), Baires (Arturo Álvarez, aos 30 do 1º) (Xavier García, aos 20 do 2º) e Alás (Dustin Corea, no intervalo); Pineda. Técnico: Carlos de los Cobos.
BRASIL: Neto; Éder Militão, Dedé (Felipe, no intervalo), Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro (Fred, no intervalo), Douglas Costa (Willian, aos 8 do 2º), Arthur (Andreas Pereira, aos 24 do 2º) e Philippe Coutinho (Everton, aos 8 do 2º); Neymar e Richarlison (Lucas Paquetá, aos 8 do 2º). Técnico: Tite.

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

  • Comentário via facebook