Curitiba

Ex-empresário de Cristiano Araújo morre após ser baleado no Rio

Didi Latino foi encontrado ferido e com as roupas sujas de sangue, caminhando por uma rodovia do estado

Empresário Didi Latino levou quatro tiros (Foto: Reprodução/Instagram Felipe Araújo)

O ex-empresário do cantor sertanejo Cristiano Araújo, D'Stefany Vaquero Lima, de 32 anos, conhecido como Didi Latino, morreu, na madrugada desta quarta-feira (24), em Mangaratiba, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Policiais militares o encontraram caminhando pela Rodovia Rio-Santos, com as roupas cobertas de sangue. Ele estava ferido com quatro perfurações de bala.

De acordo com os policiais, Didi falava coisas sem sentido e não conseguiu explicar o que aconteceu. Ele foi levado para o Hospital Municial Victor de Souza Breves, onde acabou morrendo. O crime está sendo investigado pela 165ª Delegacia da Polícia Civil, em Mangaratiba.

O também cantor Felipe Araújo, Irmão de Cristiano Araújo, lamentou a morte do empresário em seu perfil no Instagram. "Que Deus te abençoe por onde for, pastor. Descanse em paz", escreveu.

Envie seu comentário

Comentários (0)

Shawn Mendes e Ariana Grande elogiam 'Crying In The Club', de Camila Cabello

Uau! David Beckham compra ilha para sua mulher em comemoração a aniversário de casamento