Curitiba

Vai comprar apartamento pela primeira vez? Confira dicas!

Chegou a hora de realizar o seu sonho de comprar o apartamento? Conheça alguns cuidados para não furar o orçamento

Estude as suas possibilidades de orçamento, analise as opções de apartamentos e planeje o seu financiamento, caso necessário (Foto: Reprodução/Chaves na Mão)

Comprar o apartamento é um dos maiores sonhos de consumo dos brasileiros. Seja qual for o imóvel, é preciso ter cautela! Estude as suas possibilidades de orçamento, analise as opções de apartamentos e planeje o seu financiamento, caso necessário. Para que tudo saia nos conformes, separamos algumas dicas para você, que vai comprar um apartamento pela primeira vez, não fazer feio na hora de realizar o seu maior sonho.

Estude o seu orçamento

Sabemos que comprar apartamento não é nada barato. Por este motivo, é fundamental que você estude o seu orçamento para ter certeza que este é o momento ideal para você comprar o primeiro apartamento.

Em alguns casos, vale a pena esperar mais um tempo e poupar mais dinheiro para dar um valor de entrada maior e aliviar nas parcelas do financiamento, que cobram juros e taxas.

Para lhe a ajudar a juntar o dinheiro necessário, que tal apostar em uma poupança? Mas cuidado! É preciso disciplina.

Analise as opções de apartamentos

Agora que você tem certeza de que irá comprar apartamento, é a hora de escolher o imóvel. Na primeira etapa, você estabeleceu qual é o valor máximo de investimento que pode ser feito, então use isto a seu favor! Coloque em uma balança as vantagens do apartamento e o valor e, assim, compare as opções que você separou.

Saiba quais são as suas necessidades para buscar pelo apartamento ideal. O imóvel precisa contar com quantos quartos? A localização interfere na sua escolha?

Outra dica é usar a estratégia para escolher o imóvel. A região pode ter grande valorização e, quando resolver vender ou alugar o apartamento, você sairá com vantagem financeira!

Envie seu comentário

Comentários (0)

Receita começa a pagar lote de restituição residual do Imposto de Renda

Idosos e pessoas com deficiência possuem prioridades no recebimento do crédito bancário que será pago a partir desta segunda-feira (15)

A Receita Federal paga hoje (15) restituição residual do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), referente aos exercícios de 2008 a 2016 (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

A Receita Federal paga nesta segunda-feira (15), a restituição residual do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF), referente aos exercícios de 2008 a 2016.

O crédito bancário para 128.232 contribuintes totaliza R$ 213,4 milhões, dos quais R$ 74,7 milhões se referem aos contribuintes com direito a prioridade no recebimento: 22.107 idosos e 1.930 com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone 146.

Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesta hipótese, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante entrega de declaração retificadora, informou a Receita.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF – Cadastro de Pessoa Física. Com ele será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

Prazo de um ano

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer o requerimento por meio da internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá entrar em contato com qualquer agência do BB ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta-corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco. As reconstituições são corrigidas pela taxa básica de juros, a Selic.

Leia mais: 

Preço de passagem de ônibus intermunicipal sobe nesta segunda

Campanha gratuita tira dúvidas de contribuintes sobre Imposto de Renda

 

 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Preço de passagem de ônibus intermunicipal sobe nesta segunda

Confira a tabela com o reajuste das principais linhas de ônibus metropolitanas e intermunicipais do Paraná

Os valores das tarifas de ônibus foram reajustados considerando o aumento nos preços de chassi e carroceria de veículos, pneus e reajustes da categoria trabalhista (Foto: Divulgação/DER)

As novas tarifas de ônibus intermunicipais de passageiros do Estado do Paraná entram em vigor nesta segunda-feira (15). O reajuste anual foi homologado pela Agência Reguladora de Serviços e publicada no Diário Oficial Do Estado no dia 10 de maio. O percentual médio de aumento será de 7,69% em serviços de característica rodoviária e 9,16% em linhas metropolitanas do interior.

Segundo a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística, os valores das tarifas foram reajustados considerando o aumento nos preços de chassi e carroceria de veículos, pneus e reajustes da categoria trabalhista. Os cálculos foram feitos entre o período de maio de 2016 a abril de 2017.

A tarifa mínima para o sistema rodoviário para percursos de até 15 km de extensão passará a ser de R$ 4,11. O percentual de reajuste tarifário das linhas metropolitanas tem variação em função do arredondamento de 5 em 5 centavos.

Confira a tabela com o reajuste das principais linhas do Paraná:

Veja também

Contas inativas do FGTS: começa saque para nascidos entre junho e agosto

Bolsa Família terá reajuste acima da inflação e será combinado a emprego

Envie seu comentário

Comentários (0)