Curitiba

Primeiro ônibus elétrico produzido no Brasil circulará em SP

O veículo comporta 84 passageiros, é alimentado por baterias e tem ainda motores elétricos

O ônibus foi apresentado pela prefeitura no centro da cidade e começará a circular no final do mês (Foto: Rafael Arbex, Estadão Conteúdo)

A Prefeitura de São Paulo apresentou hoje (14) um ônibus elétrico, alimentado por baterias, com capacidade para transportar 84 passageiros e com até 300 quilômetros de autonomia. O veículo foi totalmente construído no Brasil. As baterias são de fosfato de ferro e levam de quatro a cinco horas para serem carregadas. A linha em que o ônibus circulará ainda não foi definida e a previsão é a de que o veículo entre em operação até o dia 31 de julho, após passar por fiscalizações feitas pela SPTrans (São Paulo Transporte - empresa que faz a gestão do transporte público na capital paulista).

O ônibus têm ainda motores elétricos embutidos nas rodas e sistemas auxiliares hidráulicos e pneumáticos, integrados por meio de uma rede de controle. Esse mecanismo faz com que, em aceleração, o sistema consuma energia das baterias tradicionais e nos momentos de frenagem o sistema de tração transforme a energia dessas baterias em energia elétrica, que fica armazenada nas mesmas baterias.

O chassi é feito pela empresa chinesa BYD, que instalou uma fábrica em Campinas (SP) há dois anos em meio. A carroceria é da Caio, que também funciona no interior de São Paulo. A capacidade de produção anual da BYD é de 400 carros por ano.

Segundo o prefeito de São Paulo, João Doria, a implantação dos ônibus elétricos está dentro do plano de governo da prefeitura de promover a redução de emissões poluentes. “Esse modelo emissão zero e baixo nível de ruido, também é equipado com ar-condicionado. O modelo atende ainda a todas as exigências de acessibilidade como piso baixo, rampas de acesso e espaço para cadeiras de rodas, wi-fi e tomadas USB”, disse Doria.

Segundo o secretário Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT), Sérgio Avelleda, o veículo é o que há de mais moderno em termos de ônibus elétricos em operação em outros países, como os Estados Unidos e a China. “Isso faz parte do plano de governo apresentado para a transformação do nosso sistema de ônibus. Na licitação, já anunciamos, vamos contribuir para que ao longo do próximo contrato, as empresas reduzam paulatinamente as emissões que provocam doenças respiratórias, envelhecimento precoce e um clima global indesejável”, disse.

A prefeitura pretende discutir com a Câmara Municipal a alteração da legislação vigente para a adequação do sistema de ônibus para veículos classificados pelo secretário como mais saudáveis. “Quero ressaltar que estamos estudando trocar os 60 ônibus a diesel para elétricos e instalar placas foto voltaicas na garagem para que durante o dia o sol gere energia elétrica que vai alimentar os ônibus que vão circular pela cidade de São Paulo”.

Leia também
Google lança plataorma interativa com histórias inéditas sobre a Amazônia

Envie seu comentário

Comentários (0)

Criança morre após ser ejetada de caminhão na BR- 277; veja fotos

O motorista de um caminhão teria saído da pista ao tentar desviar de um carro que reduziu a velocidade para não atropelar um cachorro; a criança de oito anos morreu no local

O acidente que vitimou a criança de oito anos aconteceu na BR-277, na região de Campo Largo (Foto: Maurício Freire/ RICTV)

O acidente que vitimou a criança de oito anos aconteceu na BR-277, na região de Campo Largo (Foto: Maurício Freire/ RICTV)

O acidente que vitimou a criança de oito anos aconteceu na BR-277, na região de Campo Largo (Foto: Maurício Freire/ RICTV)
A carreta saiu da pista e atingiu um ponto de ônibus e uma caminhonete (Foto: Maurício Freire/ RICTV)
A criança morreu na hora e três adultos ficaram feridos (Foto: Maurício Freire/ RICTV)
Os ocupantes da caminhonete não se machucaram (Foto: Maurício Freire/ RICTV)

*Com informações do repórter Maurício Freire, da RICTV Curitiba

Uma criança de oito anos morreu em um acidente na BR-277, na região de Campo Largo, na manhã desta sexta-feira (14). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), uma carreta saiu da pista no sentido interior, na altura do quilômeto 177, e atingiu um ponto de ônibus e uma caminhonete que transitava pela pista marginal da rodovia. 

Segundo o motorista dessa caminhonete, a carreta perdeu o controle ao tentar desviar de um carro que reduziu a velocidade para não atropelar um cachorro que estava na pista.

Com o impacto da colisão com o ponto de ônibus, a cabine da carreta abriu e os quatro passageiros que estariam sem cinto de segurança foram ejetados do veículo, entre elas, a criança de oito anos que morreu no local.

Os três adultos ficaram feridos. O pai da criança foi levado para o Hospital Nossa Senhora do Rocio e não corre risco de vida. Os ocupantes da caminhonete não se machucaram.

Veja também:

Motorista fica gravemente ferido em acidente na BR-376

Paraná tem oito acidente por dia envolvendo caminhões

 

Envie seu comentário

Comentários (0)

Linha Verde Norte tem nova alteração de trânsito para obras

A alteração de trânsito começou nessa quinta-feira (13), e o fluxo que segue sentido São Paulo agora passa pela via local da Linha Verde, em frente ao Hospital Vita

Um novo desvio de trânsito começou a ser feito na Linha Verde Norte na tarde desta quinta-feira (13), no Bairro Alto, em Curitiba. O fluxo que segue sentido São Paulo agora passa pela via local da Linha Verde, em frente ao Hospital Vita (Foto: Cesar Brust

Um novo desvio de trânsito começou a ser feito na Linha Verde Norte na tarde desta quinta-feira (13), no Bairro Alto, em Curitiba. O fluxo que segue sentido São Paulo agora passa pela via local da Linha Verde, em frente ao Hospital Vita.

Neste trecho, a via local passa a ter sentido único de circulação, norte. A mudança é necessária para a continuidade das obras de pavimentação da pista central e escavação do canteiro central, que será transformado em uma via exclusiva do transporte coletivo, por onde passará o ônibus Ligeirão.

A marginal da Linha Verde recebeu nova pavimentação e reforço do asfalto, que permitem agora o desvio do tráfego. Com a alteração de trânsito, não será mais permitido acessar o hospital pela Avenida Caviúna. A entrada será feita apenas pela via local da Linha Verde. Somente moradores poderão ter acesso para a Avenida Caviúna.

Todo o desvio está bem sinalizado e o planejamento da execução das obras com a engenharia de trânsito da Setran foi feito para minimizar os transtornos no fluxo de veículos da Linha Verde Norte.

Retorno

Desde terça-feira (11) também foi bloqueado o retorno que existia na Linha Verde Norte, em frente ao hospital. Os motoristas que precisam passar de um lado para o outro da Linha Verde devem utilizar a trincheira da Rua Gustavo Rattman. Os motoristas que seguem sentido Atuba e precisam ir para o Bacacheri podem retornar tanto pela trincheira quanto no viaduto da Rua Alberico Flores Bueno.

Liberação

No início do mês de julho foi liberado o acesso da Linha Verde Norte com a Rua Mercedes Seiler Rocha. Este trecho estava bloqueado desde março para obras. Também foi liberada a faixa esquerda da Rua Fagundes Varela, após a Gustavo Rattman.

Agora, o motorista pode seguir pela Fagundes Varela e acessar a Mercedes Seiler Rocha, que voltou a ter sentido único, da Linha Verde para o bairro. Com isso, motoristas que desejam seguir sentido bairro Tingui ou Avenida Prefeito Erasto Gaertner não precisam mais entrar à esquerda na Anita Ribas ou Amazonas de Souza Azevedo, apenas seguir pela Fagundes Varela e Mercedes Seiler Rocha.

 

Envie seu comentário

Comentários (0)