Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

acidente aéreo

Piloto paranaense continua desaparecido após queda de avião no MT

A aeronave caiu no Distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo, no MT; o piloto desaparecido é natural de 1º de Maio, no norte do Paraná

Autor: Redação RIC Mais
O piloto desaparecido tem apenas 27 anos. (Foto: Reprodução/RICTV)
O piloto desaparecido tem apenas 27 anos. (Foto: Reprodução/RICTV)

Um piloto está desaparecido desde domingo (4) depois que o avião agrícola que ele pilotava caiu em uma região de mata fechada no Distrito de União do Norte, em Peixoto de Azevedo, no Mato Grosso. Nesta terça-feira voluntários, policiais, amigos, familiares e moradores locais montaram uma força-tarefa para ajudar nas buscas pelo jovem paranaense.

Piloto desaparecido

Maicon Semencio Esteves, de 27 anos, saiu do Tocantins com a intençao de pousar em Alta Floresta, no Mato Grosso, mas perdeu a altura por conta de uma pane mecânica e acabou caindo. O avião foi localizado completamente destruído, mas nenhum vestígio do piloto desaparecido no Mato Grosso foi encontrado.

O avião foi encontrado, mas o piloto permanece desaparecido. (Foto: Reprodução/RICTV)

A família acredita que Maicon pode ter tentado pedir ajuda em comunidades próximas e acabou se perdendo no meio da mata. Em um áudio, obtido pela equipe da RICTV Londrina, um fazendeiro que integra a força-tarefa tentou tranquilizar a família do rapaz. “Pelo o que eles já fizeram de varredura e a área que eles já percorreram e não encontraram ele. Uma certeza vocês podem ter: ele está vivo e está bem. Porque senão ele ‘estava’ nas imediações”, diz a mensagem.

Em nota, a Força Aérea Brasileira (FAB) informou que já começou a apurar o acidente com a aeronave. Técnicos da FAB já estão no local, coletando dados, fotografias, partes do avião e depoimentos de moradores da região.

O piloto desaparecido que é natural de 1º de Maio, no norte do Paraná, ainda não havia sido encontrado até às 21h de terça-feira (6).

Assista à reportagem sobre o piloto desaparecido no Mato Grosso:

Guilherme Batista, repórter da RICTV Londrina, conta todos os detalhes.

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 4,0

  • Comentário via facebook