Olá
Logout

Pesquisa mostra que um em cada cinco brasileiros não quer imigrantes

Autor:
Estados no Norte do País viraram entrada para venezuelanos. (Foto: William Urdaneta/Reuters)

*Do R7

Não aos imigrantes Pesquisa de opinião feita a pedido da coluna pelo Instituto Paraná Pesquisas indica uma guinada relevante na imagem de que o País é uma terra hospitaleira para os que vem de fora. A grande maioria dos brasileiros defende restrições à entrada de estrangeiros que estejam fugindo de uma situação de guerra, fome ou tensão religiosa. A maioria, ou 56,1%, apoia a chegada deles, mas com restrições. E, para 19,6%, ou seja, um em cada cinco brasileiros, não tem conversa: nenhum estrangeiro nessas condições poderia entrar no Brasil. Outros 13,9% são contrários apenas à entrada de muçulmanos. Os que defendem a entrada sem restrições são apenas 7,1% e 3,2% não sabem ou não opinaram.

Norte: A região Norte, porta de entrada de venezuelanos, bolivianos e haitianos pelas fronteiras, lidera entre os que defendem a entrada com restrições (65,%) e também tem o menor registro da total abertura das fronteiras. Apenas 2% dos entrevistados defendem entrada de estrangeiros sem qualquer restrição.

Ensino superior: Chama a atenção na pesquisa o percentual entre os entrevistados de ensino superior completo dos que são contra a entrada apenas de muçulmanos, de 15%, maior do entre os entrevistados de ensino fundamental 12% e muito próximo dos de ensino médio (14,9%). Por outro lado, também são os entrevistados do superior completo os mais tolerantes quando questionados se concordam com a entrada sem nenhuma restrição: 10,8%, ante 6% dos entrevistados dos ensinos fundamental e médio

Em todo o País: O Paraná Pesquisas ouviu 2.640 brasileiros de todas as regiões entre os dias 21 e 24 de agosto. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o grau de confiança de 95%.

Leia também:

 

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

Política de
comentários

comentários

Leia também:

OPERAÇÃO DIESEL

ALERTA

COMBUSTÍVEL DE AVIAÇÃO

Carregando