Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

RECOMEÇO

Moradias começam a ser erguidas após incêndio na CIC

Uma semana depois do incêndio na CIC, que destruiu 300 casas, de acordo com o Corpo de Bombeiros, as casas começam a tomar forma

Autor: Redação RIC Mais
Moradores começam a reconstruir as casas após incêndio (Foto: Manoel Ramires)
Moradores começam a reconstruir as casas após incêndio (Foto: Manoel Ramires)

Após o incêndio que atingiu moradias nas áreas de ocupação Vila Nova Primavera e 29 de Março, que ficam próximas às Moradias Corbélia, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), começam a ser erguidas no sábado (15). Um incêndio destruiu na noite de sexta-feira e madrugada de sábado (8) - vinte e quatro horas antes das casas serem queimadas, um policial militar foi assassinado na região.

Doações moradias CIC

Uma semana depois do incêndio na CIC, que destruiu 300 casas, de acordo com o Corpo de Bombeiros, as casas começam a tomar forma. Materias de terraplanagem e mão de obra serão oferecidas gratuitamente por que se comoveu com a tragédia.

Um espaço preparado para atender até 80 desabrigados para atender famílias que perderam tudo no incêndio restaram roupas já separadas em sacos plásticos para doação. E tem mais chegando: um caminhão trazia fogão e sofá arrecadados com funcionários de uma indústria.

Dois dias depois, a Prefeitura de Curitiba informou que 134 atendimentos foram feitos para dasabrigados na região da CIC. 

MP acompanha reconstrução na CIC

De acordo com o Ministério Público, a Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo de Curitiba instaurou inquérito civil para apurar ameaça ao direito à moradia das famílias ocupantes da área da CIC, tendo em vista que o incêndio destruiu as habitações e resultou no desabrigamento e desalojamento das famílias que ali residiam, “já marcadas por uma altíssima vulnerabilidade social”.

O MP defende que o município dê garantia às famílias da comunidade de que haverá novas habitações aos que assim desejarem, no mesmo local, concomitante ao pagamento de auxílio-moradia pelo período de seis meses para as famílias cadastradas pela companhia de habitação popular de curitiba (cohab). Ainda de acordo com o MP, já foram realizadas reuniões com a cohab e com a fundação de ação social (fas) para discutir possíveis soluções para o local, e um novo encontro deve acontecer até o fim desta semana.

Na segunda-feira (10), o Centro de Apoio encaminhou ofício (1163/2018) ao presidente do Conselho Estadual de Assistência Social, recomendando a aprovação pelo Conselho da Destinação de Recursos Financeiros, em cofinanciamento com o município, para concessão de benefícios às famílias afetadas, nos termos da lei orgânica de assistência social (lei federal 8.742/93). os benefícios são provisões suplementares e provisórias, prestadas aos cidadãos e às famílias em virtude de situações de vulnerabilidade temporária e calamidade pública, por exemplo.

Jovem teria sido morto por PMs na CIC, dizem testemunhas ao Gaeco

Informações obtidas em primeira mão pela RICTV | Record TV revelam que testemunhas estão sob proteção do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) por apontarem que o jovem Gabriel Carvalho, 17 anos, teria sido executado por policiais militares antes do incêndio atingir moradias na CIC, em Curitiba, após a morte do policial Erick Norio.

Fotos: Manoel Ramires

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

  • Comentário via facebook