Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

DESFECHO

Macaco bugio que atacou criança é capturado em Araucária

Macaco bugio que atacou criança em apartamento em Araucária foi capturado após várias tentativas

Autor: Redação RIC Mais
O macaco em Araucária é da espécie bugio. (Foto: Divulgação)
O macaco em Araucária é da espécie bugio. (Foto: Divulgação)

O macaco bugio que atacou uma criança em um condomínio em Araucária, na região metropolitana de Curitiba, em novembro, foi capturado nesta sexta-feira (7) pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama). 

Vídeo mostra macaco bugio

Imagens de câmeras de segurança flagraram o animal no parquinho do condomínio de apartamentos. No vídeo, o macaco surge ao lado da quadra de esportes. Em seguida, passa ao lado gira-gira onde estão duas meninas. Ele chega a tocar em uma delas. Depois, o macaco bugio ainda vai para perto das balanças e causa pânico em todos que estão no local.

Macaco bugio ataca criança

No dia 13 de novembro, um macaco da espécie bugio entrou na casa de uma família próximo ao horário do jantar e atacou uma das filhas dos moradores, uma criança de um ano e dez meses.

O ataque do bugio aconteceu em um apartamento em Araucária, ao lado do cemitério do bairro Boqueirão, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com os pais da vítima, a criança estava na cadeirinha de alimentação quando o macaco entrou pela porta da sacada dentro do apartamento e jogou a cadeira com a bebê no chão.

A mãe, desesperada, pegou o macaco pela pelagem, e o jogou para fora da casa. No momento em que a mulher tentava tirar o animal da criança, ele acabou a mordendo no braço.

A criança precisou passar por uma cirurgia plástica devido à gravidade dos ferimentos causados pelo animal.

Realocação do macaco bugio

De acordo com o superintendente do Ibama Julio Gonchorrosky, o órgão tenta há um mês capturar o animal em segurança e fez um esforço maior para tirar ele do convívio da região por dois motivos: evitar novos ataques, e também para não colocar a vida do animal em risco.

De acordo com o superintendente, foi usado anestésico com dardo para adormecer o macaco bugio que estava em cima da árvore.

O veterinário Rafael Xavier alerta para os perigos ao alimentar o animal silvestre. “Não alimentar animais silvestres de maneira alguma, por mais intencionado do bem que seja, não alimente, pois elas nunca acabam bem”, afirma.

Ainda de acordo com o veterinário, o desejo é buscar um novo local a ele para que seja transferido e, por enquanto, está sob os cuidados de um criadouros na região metropolitana.

Captura do macaco

À época do ataque do macaco bugio, o Portal Ric Mais entrou em contato com a Prefeitura de Araucária e com a Polícia Militar Ambiental, e a PM informou que a situação envolvendo o macaco bugio não é de responsabilidade do órgão, já que o batalhão não possui competência para retirar o animal da residência.

Além disso, a Força Verde afirmou que apenas pode fiscalizar e prevenir crimes ambientais. E que, quando um animal ataca uma pessoa, a responsabilidade de resolver a situação é do município, ou seja, deve ser feito pela Prefeitura de Araucária.

Dessa forma, o batalhão afirma que vai dar apoio a prefeitura, mesmo não sendo de sua responsabilidade, para localizar o animal. Segundo eles, a ideia é fazer uma busca no bosque ao lado do condomínio para tentar remanejar o animal para uma área mais adequada.

De acordo com o síndico do condomínio, há 40 dias providências foram solicitadas aos órgãos responsáveis, e que todos dizem que o ocorrido não é de sua competência.

O macaco foi capturado nesta sexta. (Foto: Raphael Xavier)
Legenda
Veja imagens gravadas momentos antes da captura do macaco:

Raphael Xavier gravou o início da ação.

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

  • Comentário via facebook