Curitiba

Jonas Pessali, ex-jogador do Paraná e do Grêmio, morre em acidente de carro

O jogador Jonas Pessalli dirigia um veículo Audi quando se perdeu em uma curva e bateu contra um poste de energia, no Pinheirinho, em Curitiba

Formado na base do Grêmio, o jogador Jonas Pessali foi anunciado pelo Paraná Clube em janeiro, mas o jogador foi dispensado há cerca de duas semanas (Foto: Helen Anacleto/RICTV)

Formado na base do Grêmio, o jogador Jonas Pessali foi anunciado pelo Paraná Clube em janeiro, mas o jogador foi dispensado há cerca de duas semanas (Foto: Helen Anacleto/RICTV)

Formado na base do Grêmio, o jogador Jonas Pessali foi anunciado pelo Paraná Clube em janeiro, mas o jogador foi dispensado há cerca de duas semanas (Foto: Helen Anacleto/RICTV)
O jogador Jonas Pessali dirigia um veículo Audi quando se perdeu em uma curva e bateu contra um poste de energia (Foto: Helen Anacleto/RICTV)
O jogador morreu na hora e o amigo que estava no carona sofreu ferimentos leves (Foto: Helen Anacleto/RICTV)

*com informações da repóter Helen Anacleto, da RICTV Curitiba

O jogador Jonas Pessalli, de 26 anos, morreu em um acidente de carro, na madrugada desta segunda-feira (12), no bairro Pinheirinho, em Curitiba. Em uma curva, o meia perdeu o controle do veículo Audi que dirigia, na Rua André Ferreira Barbosa, e bateu contra um poste de energia.

O carro de Pessalli capotou nas proximidades do terminal do Pinheirinho, por volta das 3h30 desta madrugada. O jogador morreu na hora e o amigo que estava no carona sofreu ferimentos leves. 

Por volta das 7h da manhã, o IML chegou ao local para remover o corpo do atleta. Dentro do carro, foram encontradas duas garrafas de cerveja vazias. 

Revelado pelo Grêmio (RS), Pessalli teve passagens pelo futebol francês entre 2012 e 2016. Ele foi anunciado pelo Paraná Clube em janeiro deste ano, mas foi dispensado há aproximadamente 15 dias. O jogador deixa esposa e três filhos.

Na rede social, o clube paranaense lamentou a morte de Pessalli: "A diretoria do Paraná Clube se solidariza com a família do atleta e está prestando toda a assistência possível neste momento de profunda tristeza", diz a nota. O presidente do Paraná Clube, Leonardo do Oliveira, decretou luto oficial de três dias. 

 

Veja também:

 Paraná perde para o Guarani e fica próximo da zona de rebaixamento

Envie seu comentário

Comentários (0)

Menino de nove anos morre após ser atingido por muro de concreto

A vítima brincava perto do muro, que desabou e caiu por cima dela; outras duas crianças também estavam no local

Quando os socorristas chegaram, a criança já estava sem vida (Foto: Reprodução RICTV)

Quando os socorristas chegaram, a criança já estava sem vida (Foto: Reprodução RICTV)

Quando os socorristas chegaram, a criança já estava sem vida (Foto: Reprodução RICTV)
O caso gerou grande comoção (Foto: Reprodução RICTV)

Um menino de nove anos morreu, na tarde deste domingo (11), na região do bairro Floresta, em Cascavel, Oeste do Paraná. De acordo com as primeiras informações, a vítima próximo a um muro de concreto, que desabou e caiu por cima dela. 

Médicos e socorristas foram deslocados até o local, mas, quando chegaram, o garoto já estava sem vida. Outras duas crianças também brincavam perto do muro. Por sorte, elas não se feriram. 

O incidente aconteceu em uma praça abandonada e gerou grande comoção por parte dos moradores. Eles relatam que já tinham avisado sobre o risco de queda do muro, no entanto, nada foi feito. 

O corpo do menino foi encaminhado para o Instituto Médico Legal

Veja também
Criança morre soterrada em silo no Oeste do Paraná
Criança morre com suspeita de doença infecciosa rara em Londrina

Envie seu comentário

Comentários (0)

Estudantes de Salvador se vestem como membros da Ku Klux Klan

Formada nos Estados Unidos há mais de 150 anos, a Ku Klux Klan ficou famosa por pregar ideias racistas.

Imagens de alunos vestidos como integrantes da Ku Klux Klan causaram polêmica nas redes sociais. (Foto: Reprodução Facebook)

Depois que uma escola do Rio Grande do Sul foi acusada de discriminar profissões em atividade, imagens de estudantes de um colégio particular de Salvador, na Bahia, vestidos como membros da Ku Klux Klan (KKK) gerou revolta na internet na última quarta-feira, 7.

Na atividade do Mico, alunos do 3º ano do ensino médio do Colégio Anchieta aparecem com roupas brancas, cobrindo o rosto e segurando cruzes de madeira. Trata-se de uma referência à Ku Klux Klan, sociedade formada nos Estados Unidos há mais de 150 anos que pregava ideias racistas.

Em uma foto, um dos meninos faz uma saudação característica do nazismo. As imagens se espalharam pelas redes sociais e revoltaram muita gente. Um internauta declarou que "bateu uma grande vergonha de ser ex-aluno" do colégio.

O caso foi ainda mais comentado porque, em uma das fotos, aparece um estudante negro, visto que a KKK prega o racismo e a supremacia branca. "Dá pra acreditar que são alunos do Colégio Anchieta de Salvador (sim em Salvador, a maior cidade negra fora do continente africano), em pleno 2017?", escreveu uma outra pessoa.

Em comunicado divulgado em sua página no Facebook, o colégio disse que não quer minimizar os fatos. Porém, ressalva que, "no trabalho com jovens, vez por outra, eles podem se equivocar no agir e no pensar, o que requer nossa orientação como parte efetiva de intervenção no mundo adolescente, fase em constante formação".

Leia mais
Artista plástico acusa shopping de luxo em São Paulo de racismo

Envie seu comentário

Comentários (0)