Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

ABSURDO!

Hospital dispensa parto de mulher grávida por causa do feriado

De acordo com o casal, a médica responsável não quis atender a paciente, que pedia para ter uma cesariana na sexta-feira (2)

Autor: Redação RIC Mais
Hospital Municipal e Maternidade Ruth Cardoso (Foto: reprodução RICTV SC)
Hospital Municipal e Maternidade Ruth Cardoso (Foto: reprodução RICTV SC)

Uma médica do Hospital Municipal e Maternidade Ruth Cardoso, dispensou uma mãe grávida de gêmeos que pediu para marcar uma cesariana na sexta-feira (2), em Balneário Camboriú, Santa Catarina (SC).

Funcionários sugeriram que gestante fosse para Chapecó

Segundo Renan Joségramm, marido da gestante, a mulher apresentava sérios problemas de pressão alta. De acordo com ele, o motivo de não prestarem atendimento foi o feriado, já que a médica que marcou a cesária da mulher não estava no momento, e a outra obstetra do local não quis realizar o procedimento de parto. “Me informaram que não teria atendimento por causa do feriado, e que nos finais de semana não teria agendamento para este tipo de parto”, explica ele.

Solicitação de parto apresentada pelo casal (Foto: reprodução RICTV SC)

Renan conta que uma opção sugerida pelo hospital foi que ele levasse a esposa para Chapecó, mais de 500 quilômetros de Balneário Camboriú. Desesperado, ele fez um desabafo em uma rede social contando o caso, o que rendeu mais de quatro mil compartilhamentos.

A postagem do homem chegou até o prefeito da cidade, Fabrício Oliveira, que enfim determinou a realização do parto.

Renan postou um desabafo em uma rede social para contar a história (Foto: reprodução RICTV SC)

Os bebês nasceram no sábado (3), por volta das 7h.

Nota da Secretaria de Saúde

Por meio de uma nota, a Secretaria de Saúde informou que reconhece a falha no processo, e que vai apurar o caso para que este procedimento envolvendo a médica não se repita. De acordo com a secretaria, o hospital atende com dois obstetras, e não havia falta de médicos no horário que a gestante se apresentou para fazer a cesariana.

Além disso, o prefeito Fabrício Oliveira divulgou um vídeo repudiando o caso envolvendo a médica do hospital. Para ele, a médica jamais deveria ter rejeitado a paciente ou, inclusive, indicado que ela procurasse outro hospital.

**Com informações da repórter Karla Pereira, da RICTV SC**

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 4,0

  • Comentário via facebook