Curitiba

Giba coordenará equipe feminina em Curitiba e projeta vaga na Superliga

O time coordenado por Giba, o Madero CWB Curitiba, disputará a Taça Ouro nos dias 2 e 3 de agosto, valendo vaga para a Superliga

Giba vai coordenar a equipe feminina do Madero CWB Curitiba. (Foto: Estadão Conteúdo)

O campeão olímpico de vôlei Giba agora é coordenador técnico da equipe feminina do Madero CWB Curitiba. O time vai disputar nos dias 2 e 3 de agosto, no ginásio do Sesi, em Santo André, a Taça Ouro, que classifica a equipe campeã para a temporada 2017/2018 da Superliga. Também participam do torneio triangular as equipes de Valinhos e Sesi-SP.

O time do Madero CWB Curitiba mescla atletas experientes com jovens. Possui nomes como Valeskinha e a levantadora Fernandinha (duas medalhistas de ouro olímpicas), além da central Fofinha, da líbero Aninha e da ponta Verô. O técnico é Clésio Prado. É o primeiro projeto ligado ao vôlei profissional de Giba desde a sua aposentadoria, em 2014. 

"Busquei trazer a mentalidade europeia à gestão financeira do time. Temos várias empresas parceiras, e não apenas um patrocinador grande. O objetivo é que esse projeto dure muitos anos", disse Giba, em entrevista

O ex-jogador também acredita que a paixão da torcida de Curitiba pelo vôlei servirá para impulsionar a equipe. No início do mês, a fase final da Liga Mundial foi disputada na Arena da Baixada e o público das partidas de vôlei conseguiu superar o número de torcedores que acompanharam o jogo do Atlético-PR contra o Santos, no estádio Durival de Britto, pelas oitavas de final da Copa Libertadores. 

O público presente na partida entre Brasil e Rússia, pela Liga Mundial, por exemplo, foi de 14,3 mil torcedores, enquanto 13,7 mil pessoas assistiram no estádio ao jogo do Atlético-PR.

"A cidade de Curitiba estava precisando de um time assim. Nos jogos do Campeonato Paranaense de Vôlei mais de mil pessoas foram assistir às partidas em um ginásio com capacidade de 2.500 pessoas. O curitibano gosta e precisa de mais esportes na cidade além do futebol. Queremos a cidade reviva essa paixão pelo vôlei", disse.

Leia também
Corinthians aumenta vantagem sobre concorrentes ao título brasileiro

Envie seu comentário

Comentários (0)

CNH eletrônica valerá a partir de 2018; entenda como será

Ela terá o mesmo valor do documento impresso, e poderá ser acessada por aplicativos de celular

Carteira de habilitação eletrônica terá o mesmo valor do documento impresso. (Foto: Divulgação)

A partir de fevereiro, entrará em vigor a versão eletrônica da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A carteira virtual terá o mesmo valor do documento impresso. A diferença é que a versão eletrônica poderá ser acessada por meio de um aplicativo em smartphones. A proposta, do Ministério das Cidades, foi aprovada ontem (25) em reunião do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

“Teremos condições de atender a todos os condutores. Não tenho como informar ainda o valor investido, porque estamos na fase de desenvolvimento. Primeiro, foi a regulamentação, agora vamos passar para o desenvolvimento“, informou o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Elmer Coelho Vicenzi.

Com a novidade, os agentes de trânsito também utilizarão o aplicativo na conferência dos dados. Os motoristas apresentação a carteira na versão eletrônica por meio da leitura do QRCode, um código de barras bidimensional que contém as informações e pode ser escaneado.

Vicenzi assegura que as falsificações e os acessos desautorizados serão coibidos. Ele informa que o algoritmo da certificação funciona somente no sistema Lince, do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro).

A carteira impressa continuará valendo e sendo emitida normalmente. 

Como ter a carteira de motorista eletrônica

Para solicitar a carteira de habilitação eletrônica, o motorista deverá se cadastrar no Portal de Serviços do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Será enviado um link para o e-mailinformado no cadastro, pedindo que o usuário faça login pelo celular do qual acessará o aplicativo. No primeiro acesso, o interessado deverá criar um Número de Identificação Pessoal (PIN), para armazenar os dados com segurança. É necessário que o motorista memorize essa senha, que será pedida em todos os futuros acessos.

Depois dessa etapa, a autenticidade do documento é validada pelos departamentos de trânsito (Detrans) de cada estado, por meio de uma assinatura com certificado digital. Com isso, a CNH é exportada para o celular. Caso o usuário precise bloquear o aparelho, para impedir a exposição de seus dados, ele deve fazer a solicitação também pelo portal.

Leia também
Polícia Federal retoma emissão de passaportes

Envie seu comentário

Comentários (0)

Após onda de frio, região Sul do país vivencia 'verão' atípico

Mesmo assim, o calor não deve durar, pois uma nova massa de ar frio é esperada na semana que vem

Onda de calor deve ser interrompida por queda de temperatura a partir de quinta-feira. (Foto: Pixabay)

O frio que atingiu a região Sul do País deu lugar a um calor atípico em pleno inverno. Em Florianópolis, os termômetros chegaram a marcar 30°C e os catarinenses aproveitaram para ir à praia, apesar da água fria do mar. 

Para o meteorologista Ronaldo Coutinho, da estação Climaterra, o calor repentino é um fenômeno natural. "A massa de ar frio que veio do Chile se desloca lentamente. À noite ela ainda é sentida e a temperatura cai. Mas durante o dia há calor por causa do tempo seco".

O calor no meio do inverno, entretanto, não deve durar. A previsão é de que a temperatura caia entre quinta e sexta-feira e uma nova massa de ar frio é esperada na semana que vem.

Em Curitiba e outras regiões do Estado do Paraná, as temperaturas atingiram, nos últimos dias, 25°C. Segundo o meteorologista do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), Paulo Barbieri, "uma massa de ar quente tem impedido novos avanços de ar frio".

Já no Rio Grande do Sul, que também registrou marcas negativas, um bloqueio atmosférico impede o avanço de frentes frias e mantém o tempo firme e seco, mas meteorologistas não descartam a possibilidade de chuva em cidades do extremo sul gaúcho.

As temperaturas nesta quarta podem chegar aos 28°C na capital. Até sábado, de acordo com a MetSul Meteorologia, as máximas devem ficar entre 26ºC e 29ºC em vários municípios do Estado.

Leia mais
Julho tem volume de chuva abaixo da média no Paraná
Alerta para a umidade baixa do ar continua em Maringá

Envie seu comentário

Comentários (0)