Olá
Logout

'Fiquei desesperado', diz motorista que atropelou bebê de dois anos

Autor: Redação RIC Mais
Criança foi atropelada em frente a casa onde morava (Foto: Daniel Santos/RICTV Curitiba)

*Com informações do repórter Daniel Santos, da RICTV Curitiba

“Que situação mais triste. Eu senti o baque na roda e fiquei desesperado. Eu fiquei desesperado”, disse chorando o motorista da Fiat Ducatto que atropelou uma menina de dois anos na manhã de sábado (18), no bairro Cajuru, em Curitiba.

Dorvalino Manoel Pinto, de 61 anos, é presidente da Associação dos Moradores da Comunidade da Vila São Domingos (AMCVSD) e disse que e estava procurando o endereço de um morador para fazer a entrega de uma doação. Ele parou o carro em frente à casa da família para pedir informação à tia da criança, quando a menina saiu pelo portão e deu a volta no veículo, parando em frente ao furgão. “Ela ficou com as mãozinhas no farol, que tava aceso. Eu fiquei cuidando ela”, disse

“A tia tinha mandado ela pra dentro e ela saiu da frente do carro. Quando eu tava saindo eu perguntei pra ela se a menina tinha entrado. Ela olhou na frente da Van e disse que sim”, lembrou o motorista.

A tia da criança, Suelen Cristiane Pereira, acha que a menina escorregou e caiu com a cabeça embaixo do automóvel. A roda de trás do veículo passou por cima da cabeça da bebê. “Ela estava do lado de dentro do portão e passou correndo. Quando eu vi o vulto eu gritei pra ela voltar, pensei que ela tinha entrado”, disse a jovem.

A mãe da criança, estava tomando banho no momento do acidente. O carro e passou por cima da cabeça do bebê, que morreu na hora.

Veja também
Acidente de carro em Prudentópolis mata duas jovens e deixa quatro feridos


O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 0,0

Política de
comentários

comentários

Leia também:

Petroleiros

Rainha dos caminhoneiros

6º dia

Carregando