Olá {{nome}}
Logout
Ao vivo:
Próximo

caso Daniel

Eduardo Purkote Chiuratto: “desesperado, chorando muito”, diz advogado

Defesa de Eduardo Purkote Chiuratto diz que ele está muito abalado com a prisão no caso Daniel

Autor: Redação RIC Mais
Eduardo Purkotte Chiuratto foi preso na quinta-feira (15) (Reprodução)
Eduardo Purkotte Chiuratto foi preso na quinta-feira (15) (Reprodução)

Eduardo Purkote Chiuratto, sétimo preso suspeito de matar o jogador Daniel, está abalado emocionalmente de acordo com a defesa. “Está desesperado, chorando muito, preocupado porque não sabe o que está acontecendo”, declarou o advogado Ricardo Dewes.

O jovem, de 18 anos, seria de uma família com estrutura, de boa índole e que não pratica delitos. “Os pais estão dando todo o apoio para que ele diga a verdade”, explicou a defesa de Eduardo Purkote, preso em um condomínio de luxo em São José dos Pinhais, na quinta-feira (15).

Daniel durante a festa de Allan Brittes em uma casa noturna de Curitiba momentos antes da morte (Reprodução)

Prisão Eduardo Purkote

O advogado também revelou que não vai entrar com um pedido de habeas corpus no momento para mostrar a boa vontade de Eduardo Purkote Chiuratto em esclarecer a morte do jogador Daniel.

Para o advogado, a medida poderia ser interpretada de outra forma pela justiça. “Ele vai estar se ocultando, vai sair da prisão e deixando de prestar esclarecimentos. A gente quer deixar claro que ele quer prestar depoimento”, garantiu.

Ainda de acordo com a defesa, “a única coisa que justifica a prisão é o esclarecimento. O tempo todo a gente se coloca à disposição para prestar depoimento”, disse.

Daniel Correa foi morto no dia 27 de outubro (Reprodução)

Represália no caso Daniel

Para o advogado Dewes, os quatro que estavam na casa e não são acusados no caso Daniel - Lucas Mineiro, Stefany, Tais e Evellyn -, cometeram contradições nos depoimentos e estariam imputando a Eduardo Purkotte algo que não aconteceu. A defesa ainda negou que o jovem tenha pego a faca e participado do espancamento.

Um novo depoimento de Porkotte está marcado para segunda-feira (19), às 10h, na delegacia de São José dos Pinhais. 

Família Brittes permanece presa por suspeita da morte de Daniel (Reprodução)

Eduardo possui um irmão gêmeo que não é acusado de envolvimento no caso do jogador assassinado. Ao todo, sete pessoas estão presas por suspeita da morte de Daniel Correa: Edison Brittes, Cristiana Brittes, Allana Brittes, David Willian Vollero da Silva, Ygor King, Eduardo Henrique Ribeiro da Silva e Eduardo Purkotte.

O que achou desta matéria

  1. Péssima
  2. Ruim
  3. Regular
  4. Boa
  5. Excelente

Média dos leitores 3,0

  • Comentário via facebook